fbpx

O passeio para o Geyser del Tatio é um dos mais populares do Deserto do Atacama. Ele se destaca por sua paisagem maravilhosa e por proporcionar uma experiência única e muito diferente. Mas eu preciso dizer que, apesar de incrível, esse é um passeio super difícil de se fazer, por três motivos: o horário, o frio e a altitude.

Não tô falando isso para desanimar ninguém, muito pelo contrário — considero esse passeio imperdível! Vou contar como foi minha experiência, o que eu faria de diferente e, claro, vou dar várias dicas para você conseguir aproveitar ao máximo sua ida ao Gerser del Tatio!

O que é um geyser?

geyser atacama

A definição de geyser, segundo o dicionário de Cambridge, é “um buraco no chão de onde sai água quente e vapor”.  É um fenômeno que só acontece em áreas vulcânicas, por causa das camadas de magma que existem há alguns quilômetros da superfície.

Esse magma esquenta a água que é absorvida pelo solo, fazendo com que sua pressão aumente e com que parte do líquido se transforme em vapor. Por causa da pressão, água e vapor são expelidos em uma “erupção”. Quanto mais frio estiver, mais impressionantes são os vapores formados pelos geysers, por causa do contraste de temperaturas. É por isso que o passeio começa bem cedo, para pegar o horário do dia com menor temperatura no deserto.

Essa é uma explicação bem básica e leiga, ok? Se quiser mais informações sobre os geysers, sugiro a leitura do post no blog Mundo Estranho.

Como é o passeio para o Geyser del Tatio?

O passeio para o Geyser del Tatio é o que começa mais cedo, o mais frio e um dos mais altos do Atacama. Mas também é um dos mais impressionantes!

Nós fizemos esse e todos os outros passeios no Atacama com a agência Destino Chile, e recomendamos muito! Para ir ao Geyser del Tatio eles nos buscaram no hostal às 5h40 da manhã, quando o sol ainda nem tinha nascido. A van era grande, novinha e bem confortável, e nosso grupo tinha umas 15 pessoas.

Geyser del Tatio

geyser del tatio

Chegamos lá um pouco antes das 7h da manhã, quando o sol estava começando a pensar em aparecer. Ainda estava um pouco escuro e MUITO frio. Não sei ao certo a temperatura, mas estava bem perto de 0º.

Antes mesmo de descer da van nós já conseguimos ver aquela paisagem surpreendente formada pelos vários geysers que existem ali.

É preciso pagar 10 mil pesos por pessoa para entrar. Todos passamos o dinheiro para o guia e ele desceu para pagar e pegar nossos ingressos. Depois que entramos, descemos da van e o guia começou a nos passar várias informações super interessantes, sobre a formação dos geysers, dos vulcões e muitas curiosidades relacionadas a esses assuntos.

Também tivemos algum tempo para fazer fotos e para admirar os vapores enormes se dissipando pelo ar. Foi demais!

geyser del tatio atacama

Por volta das 8h da manhã o sol já tinha saído de trás das montanhas e a temperatura começou a ficar um pouco mais agradável. Então nós fomos tomar café da manhã, que é oferecido pela agência. É simples, mas estava bem gostoso e muito bem servido. Tinha café, chá, leite, achocolatado, iogurte, biscoitos, pães, queijo, presunto e cereal.

Piscina Termal

piscina termal atacama

Aproximadamente 8h45 nós saímos dos geysers e fomos para a próxima parada, em um poço de águas termais onde é permitido nadar. O guia nos deu 40 minutos para ficar ali e alguns corajosos entraram na água, mas nós não quisemos nem pensar em tirar a roupa de frio.

Além disso, já tínhamos entrado nas piscinas termais em Termas de Puritama, em um clima mais ameno, então não quisemos repetir a experiência.

O bom da piscina termal é que a água é quentinha e eu tenho certeza que estava uma delícia lá dentro, mas imagina a hora de sair? Se você quiser viver essa experiência, recomendo que já vá com a roupa de banho por baixo para não perder muito tempo. Mas, se preferir, há uma estrutura bem legal com banheiros bem arrumadinhos onde é possível se trocar.

Se você não for entrar na piscina, o que resta é dar uma voltinha por ali ou ficar admirando a paisagem, pois não há muito o que fazer nessa parada. Eu arrumei um lugar para sentar e fiquei tomando um sol, feliz da vida!

Povoado Machuca

povoado machuca atacama

Saindo do Geyser dal Tatio nós seguimos nosso caminho e fizemos uma rápida parada em um mirante para ver o vulcão Putana. Depois seguimos até nosso destino final, no Povoado Machuca. É um lugar minúsculo, que tem apenas duas ruas e, segundo nosso guia, menos de dez pessoas realmente vivem ali.

deserto do atacama

Nesse povoado há uma igreja, algumas casinhas e uma lanchonete, que eu acredito estar ali apenas por causa dos turistas. Nós paramos lá por cerca de 20 minutos e foi suficiente.

Essa foi a última parada do passeio, e por volta de meio dia já estávamos de volta em San Pedro do Atacama.

Geyser del Tatio: com agência ou de carro?

Se você já leu outros posts sobre o Deserto do Atacama aqui no blog, sabe que eu sou totalmente a favor de fazer os passeios com agência, pela segurança e pela comodidade, mas em alguns casos eu até acho tranquilo ir de carro, se a estrada for tranquila.

Mas no caso do Geyser del Tatio eu não recomendo que se vá de carro. Primeiro porque você tem que sair muito cedo para chegar lá antes do sol nascer. São quase 80 km entre San Pedro e os geysers, e a viagem até lá dura cerca de 1h30. A estrada é bem ruim e o caminho deve ser feito de madrugada, ainda no escuro.

Na minha opinião é bem perigoso para quem não tem experiência dirigindo nesse tipo de estrada.

Com agência você vai sem muita preocupação, pois é muito mais seguro e confortável. Isso sem falar que é muito mais interessante estar em um local como esse com um guia que conhece muito e que vai te contar um monte de coisas legais, fazendo sua experiência ser muito mais interessante.

Nós confiamos e recomendamos muito na Destino Chile, que é uma agência focada em brasileiros, tem atendimento em português, oferece opção de parcelamento, só trabalha com guias credenciados e experientes e ainda oferece desconto para os leitores do blog!

Como lidar com a altitude no Geyser del Tatio?

O Geyser del Tatio é um dos passeios mais altos do Atacama, chegando a cerca de 4.300 metros de altitude. Como se não bastasse ter que acordar de madrugada e lidar com uma temperatura que muitas vezes fica negativa, ainda há esse pequeno detalhe da altura.

Há 4.300 metros acima do nível do mar é bem fácil sentir os efeitos colaterais da altitude, como falta de ar, dor de cabeça, tontura, etc. Mas é possível amenizar estes efeitos com algumas atitudes simples e um bom planejamento.

Primeiro e mais importante: deixe esse passeio para um dos últimos dias de viagem. Monte seu roteiro com os lugares mais baixos primeiro e os mais altos depois. Assim seu corpo consegue se acostumar com a altitude e sente menos os efeitos colaterais.

Além disso, não faça movimentos bruscos, não pule e não corra. Nosso guia falava o tempo todo para a gente andar devagar e com bastante calma, e isso faz toda a diferença.

Beber muita água também é fundamental! Muita gente, assim como eu, tem a tendência a beber menos água no frio, mas no Geyser del Tatio você precisa se hidratar para não passar mal. Leve uma garrafinha na mochila e vá tomando ao longo do passeio.

Por fim, a folha de coca é medicinal e também ajuda muito. Você pode consumi-la em forma de chá, de bala ou mascando a própria folha.

  • Não se esqueça de fazer seu seguro viagem antes de ir para o Deserto do Atacama, viu? Essa é sua garantia de atendimento caso se machuque, fique doente ou em qualquer emergência!

Dicas para o passeio ao Geyser del Tatio no Atacama

A principal dica sobre esse passeio é: vá muito bem agasalhado! Vista-se como se estivesse indo para a neve, pois o frio é bem semelhante. Casaco grosso, roupas térmicas, meias grossas, luvas, cachecol, touca… Leve tudo e mais um pouco para não passar frio.

Se quiser nadar na piscina termal, já vá com a roupa de banho por baixo para não perder tempo na fila do banheiro. Não se esqueça de levar toalha, roupas íntimas para se trocar depois e uma sacola para guardar o que estiver molhado.

Já disse, mas não custa repetir: deixe esse passeio para um dos últimos dias de viagem para não sofrer muito com a altitude. E se couber no seu roteiro, sugiro que deixe a tarde desse dia livre para descansar um pouco. Nós tivemos outro passeio nesse dia e foi bem difícil, tanto pelo cansaço quanto pelo curto tempo entre um e outro.

Na minha opinião, o Geyser del Tatio é imperdível! Se gostou dessas dicas, sugiro que leia também o post sobre os principais passeios no Atacama. Ah, e não deixe de assistir ao vlogs dessa viagem para o Atacama lá no youtube!

  • Agradecemos a Destino Chile pela cortesia e garantimos que todas as informações e opiniões contidas aqui são verdadeiras e pessoais, baseadas na nossa experiência.

Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

2 Comentários

  1. Esse é um dos passeios que pretendo fazer no Deserto do Atacama e as dicas foram muito úteis. A ideia era ir esse ano, mas com o isolamento social, terá que ficar para o ano que vem…

    • Débora Resende Responder

      Isso! Vamos seguir o isolamento social direitinho para ano que vem podermos conhecer lugares lindos com saúde e segurança!

Escreva um comentário