Eu não conheço ninguém que já tenha feito uma viagem para o Chile e não tenha gostado do país, independentemente das cidades visitadas. Com paisagens maravilhosas, passeios que agradam diferentes perfis de viajantes, neve, vinho, ecoturismo, grandes cidades, praias, desertos… Uma viagem para o Chile pode ser construída de centenas de diferentes formas, de acordo com seus gostos e preferências.

Eu fui para Santiago no verão e tenho certeza que a viagem teria sido muito diferente no inverno, ou se eu tivesse ido para o deserto, ou se tivesse ido com a família (ou amigos) ao invés de estar em casal. Também seria muito diferente se tivéssemos montado o roteiro pensando em ecoturismo ao invés de focar nas grandes cidades. O Chile oferece uma infinidade de possibilidades e, por isso, de todos os países que eu conheci até hoje, esse é um dos mais incríveis!

Principais destinos para uma viagem para o Chile

O Chile é um país bem grande e com muitos destinos incríveis, um completamente diferente do outro. O país é bem comprido — com mais de 4 mil quilômetros de extensão — e ainda conta com algumas ilhas que também são turísticas. Isso faz com que seja impossível conhecer tudo o que o Chile tem a oferecer em apenas uma viagem — a não ser que você planeje ficar um ou dois meses por lá.

Então é preciso escolher os destinos que farão parte dessa viagem, para aproveitar ao máximo o que há em cada local. Conheça alguns dos principais destinos chilenos:

Santiago e região

viagem para o chile

Santiago é a capital do Chile, uma cidade riquíssima em atrações turísticas e culturais. Ainda, as cidades e os atrativos turísticos dos arredores também não deixam a desejar e vale muito a pena incluí-los nesse roteiro.

Para as atrações da cidade de Santiago em si, recomendo pelo menos 2 dias de viagem. Se for no inverno e quiser esquiar, inclua mais 2 dias (ou quantos desejar). Para fazer os passeios na região, como Cajón del Maipo, Valparaíso, Viña del Mar e vinícolas, mais dois ou três dias são necessários. Ou seja, minha recomendação é de 5 a 7 dias inteiros para conhecer a capital chilena.

Se pretende visitar essa região na sua viagem para o Chile, aproveite e leia também os outros posts que temos sobre o assunto aqui no blog.

Atacama

Outro destino muito visitado no Chile é o Deserto do Atacama, o deserto mais alto e mais seco do mundo! Para quem gosta de natureza, paisagens maravilhosas e quer ter a oportunidade de viver experiências bem diferentes, como escalar um vulcão ou entrar em um lago onde é impossível afundar, essa é uma viagem que vale muito a pena.passeios no atacama

Estivemos no Atacama em outubro/2019 e, na minha opinião, 5 dias inteiros é o tempo mínimo indicado para conhecer as principais atrações da região. Se tiver 7 ou 10 dias, vai conseguir conhecer o deserto com mais calma e até dar um pulinho na Bolívia para conhecer o Salar de Uyuni, passeio perfeito para combinar com o Atacama.

Pucón

Se você quer fazer uma viagem para o Chile com foco em ecoturismo, Pucón é um destino muito indicado. Sua principal atração é o Vulcão Villarica, o qual é possível escalar. Também há parques nacionais e cachoeiras, além da possibilidade de praticar esportes como esqui, snowboard, trilhas e muito mais.

Patagônia Chilena

Outro destino com paisagens de tirar o fôlego e com atrações perfeitas para quem curte ecoturismo e esportes de aventura é a Patagônia Chilena. O Parque Nacional Torres del Paine é a principal atração, mas nessa viagem você terá a chance de conhecer vários outros lugares lindos, que parecem cenários de filmes. Também é possível ver animais selvagens de pertinho durante as trilhas — mas nada de incomodá-los, ok?

  • Conheça Puerto Varas, no norte da Patagônia Chilena; no blog Destinos e Afins!

Ilha de Páscoa

Um dos meus maiores sonhos de viagem é a Ilha de Páscoa! Apesar de estar a quase 4 mil quilômetros da parte continental do Chile, a ilha faz parte do território do país e tem atrações incríveis. Talvez você já tenha ouvido falar dos Moai, estátuas gigantes que até hoje ninguém sabe como foram construídas ou como foram parar ali. Também existem vários mistérios e curiosidades que envolvem os Rapa Nui, povo nativo da Ilha de Páscoa.

É um lugar que me deixa muito curiosa e eu tenho muita vontade de ver tudo de pertinho. Eu já vi uma estátua moai em Viña del Mar — a única que está fora da Ilha de Páscoa — mas ver várias delas em seu “habitat natural” é muito mais legal, né? O único problema é que os preços são bem salgados, sendo que somente as passagens aéreas custam mais de 3 mil reais.

Passagens aéreas para o Chile

Um dos motivos que fazem com que o Chile se torne ainda mais atrativo para os brasileiros são as passagens aéreas, que não são muito caras e ainda é muito comum encontrá-las em promoção. Saindo do Brasil (São Paulo e Rio de Janeiro) você encontra passagens para Santiago, e de lá você consegue ir para outras regiões, como Atacama, Ilha de Páscoa, Patagônia e outros.

Eu recomendo o site Passagens Promo, no qual é possível encontrar os melhores preços de passagens para o Chile e ainda parcelar sem juros!

Melhor época para fazer uma viagem para o Chile

O mais incrível do Chile é que o país se transforma a cada estação. Isso significa que você pode ter experiências completamente diferentes se for à mesma cidade em diferentes épocas do ano. Significa também que não há melhor ou pior época para se fazer uma viagem para o Chile, mas é preciso escolher a estação na qual o país vai atender 0s seus interesses. Entenda mais:

Viagem para o Chile no inverno

Viajar para o Chile no inverno é a escolha ideal para quem quer ver a neve, esquiar e praticar outros esportes relacionados. É a época de alta temporada no país, principalmente em Santiago, mas isso também tem um lado ruim. A cidade vai estar mais cheia e os os preços podem ficar um pouco mais altos, tanto de passagens aéreas quanto de hospedagem, alimentação, etc. Porém, é uma chance única de curtir a neve e aproveitar o friozinho no país.

Porém, o “friozinho” pode ser bem rigoroso em algumas regiões, como no Atacama e na Patagônia, então é preciso estar muito bem preparado.

Então, vale muito a pena visitar o Chile no inverno se você tem interesse nas atividades de inverno. Caso não curta frio ou não tenha interesse em ver a neve, é interessante escolher outras épocas do ano.

Viagem para o Chile no verão

viagem para o chile

Minha primeira viagem para o Chile foi no verão e eu gostei bastante, apesar do calor ter me castigado. Eu fiquei apenas em Santiago e região, fiz vários passeios e até molhei meu pé na praia em Viña del Mar, o que seria impossível em outras épocas do ano, porque a água é muito gelada!

Também é considerada uma época de alta temporada, por causa das férias escolares, mas não chega a ser como no inverno.

Talvez seja um pouco mais complicado visitar o Deserto do Atacama por causa da alta temperatura, já que ele é o deserto mais seco do mundo e a sensação térmica pode facilmente chegar aos 40 graus.

Viagem para o Chile na primavera e no outono

A primavera e o outono são, na maioria das vezes e para a maioria dos destinos, excelentes épocas para viajar. Se você não está indo para o Chile pela neve e pode viajar fora das épocas escolares, vale a pena escolher uma das duas estações. As temperaturas são mais amenas e agradáveis, um clima perfeito para curtir todas as regiões do país! Além disso, são épocas de baixa temporada e essa é uma ótima maneira de economizar.

Documentos necessários para uma viagem para o Chile

Além de ter destinos incríveis, não estar muito distante do Brasil e ser um país com custos relativamente acessíveis, outra grande vantagem é que uma viagem para o Chile não envolve muita burocracia.

RG ou passaporte

Para viajar para o Chile não é necessário ter um passaporte, mas você pode usá-lo caso queira. Se não tiver um passaporte válido ou preferir deixar o seu em casa, o RG é suficiente para passar pela imigração e para usar como documento no país. Mas atenção: carteira de motorista e outros documentos nacionais não são aceitos, apenas o documento de identidade!

Outros pontos importantes são que o RG precisa ter no máximo 10 anos de emissão e estar em boas condições. No caso de crianças, a foto precisa estar reconhecível — se a criança tem 8 anos mas tirou o RG com 2, por exemplo, é preciso solicitar um novo documento com uma foto atual.

Seguro viagem

O seguro viagem não é obrigatório, mas é sempre muito recomendado, principalmente em viagens para destinos como o Chile. Se você vai praticar esportes de aventura, se submeter a baixas temperaturas, fazer muito esforço físico ou lidar com altitude, ter um seguro viagem e a certeza de um bom atendimento em qualquer necessidade é fundamental.

Um bom seguro para uma semana de viagem e com no mínimo 30 mil dólares de assistência médica, custa cerca de 80 reais por pessoa.É um investimento baixo e fundamental!

  • Eu recomendo duas empresas para que você faça um orçamento: a Real Seguros (clique aqui para 5% de desconto) e a Seguros Promo (clique aqui para 5% de desconto). As duas empresas trabalham basicamente com as mesmas seguradoras e possuem preços semelhantes, mas é bom fazer seu orçamento com as duas para escolher a que te oferecer o melhor plano com o melhor valor e o melhor atendimento!

Vacinas

Nenhuma vacina é necessária para fazer uma viagem para o Chile.

Passeios no Chile que devem ser reservados com antecedência

As cidades chilenas em si não possuem tantos atrativos, exceto por Santiago — que, mesmo assim, pode ser conhecida em um ou dois dias. O mais legal do Chile são os passeios e os atrativos turísticos que acabam sendo complicados de se fazer por conta própria. Por isso, é muito importante saber o que há para fazer no destino de sua viagem e já reservar os passeios com antecedência.

Por que eu acho isso importante? Porque a maioria desses passeios está em locais de difícil acesso e distantes de onde você provavelmente vai estar hospedado. Então é fundamental ter um motorista experiente e que conheça a estrada.

  • A forma mais segura e econômica é contratar uma agência de confiança, e nós indicamos a Destino Chile! Fomos para o Cajón del Maipo com eles e gostamos tanto que indicamos para vocês e a escolhemos para fazer todos os nossos passeios no Atacama.

Cajón del Maipo

o que fazer em santiago

Eu já cansei de falar sobre o quão incrível é o Cajón del Maipo e o tanto que eu amei esse lugar e esse passeio. Se for para Santiago, não deixe de fazê-lo. É muito recomendado fazer com agência e, nesse caso, bem importante reservar com antecedência. Não vou falar muito aqui, pois já tem um post aqui no blog onde contei tudo sobre o Cajón del Maipo e Embalse el Yeso!

Estações de ski

Se fizer uma viagem para o Chile no inverno e quiser conhecer as estações de esqui, também é interessante contratar uma agência. As estações costumam ficar longe da cidade e as estradas cheias de neve podem ser perigosas. Sem falar que você vai passar o dia esquiando e depois não vai querer dirigir até voltar para o hotel, né?

Vinícolas

Visitar uma vinícola durante sua viagem para o Chile é quase uma obrigação, mesmo que você não seja fã de vinho. Faz parte da cultura do país e é um passeio muito interessante. Em Santiago existem algumas vinícolas mais próximas da cidade e outras que são bem distantes. Em alguns casos é possível ir por conta própria, mesmo sem carro, mas em outros casos uma agência pode ser a opção mais econômica e prática.

Independentemente da escolha, é bom escolher com antecedência a vinícola (ou as vinícolas) que vai conhecer e já marcar seu tour com antecedência, principalmente se for viajar em alta temporada.

Passeios no Atacama

Se tem uma coisa que eu não indico fazer por conta própria são os passeios no Atacama. Se você quer fazer uma viagem segura e aproveitar ao máximo o que o deserto tem a oferecer, contrate uma agência de segurança para realizar todos os seus passeios. Como esse é um destino onde todo mundo está buscando uma agência, é importante fechar os seus passeios com antecedência, para garantir seu lugarzinho e não ter que correr atrás de “qualquer coisa” quando chegar ao destino.

Entre em contato com a Destino Chile e faça um orçamento para os melhores passeios no Atacama.

Deu para perceber que o Chile tem muito a oferecer e que é um país muito versátil e com opções para agradar a todos, né? Então aproveite todas essas dicas e aproveite ao máximo sua viagem para o Chile! Eu tenho certeza absoluta que será incrível! Se gostou do post, deixe um comentário e compartilhe conosco sua opinião =)vlogs de viagem atacama

 

  • Este NÃO é um post patrocinado, mas possui links afiliados. Se você reservar seus passeios utilizando nossos links, nós ganhamos uma pequena comissão e você não paga nada a mais por isso. Todas as opiniões contidas aqui são pessoais e 100% reais.

Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

8 Comentários

  1. Super informativo esse post. Foi bom você ter lembrado sobre a validade da identidade. Conheço alguns desses lugares, mas sinto que ainda há outros tantos para desbravar.
    Fui à Ilha de Páscoa em 2013, um lugar mágico! Espero que o turismo de massa nunca chegue lá, porque é um lugar sagrado, com pessoas vivendo de maneira simples, longe dessa loucura que são as grandes cidades.

    • Débora Resende Responder

      Imagino que deva ter tido uma experiência incrível na Ilha de Páscoa!

  2. Diego Cabraitz Arena Responder

    Ainda tem vários destinos no Chile que quero conhecer, Patagonia e Ilha de Páscoa.
    Devem ser incríveis. Otimas dicas, post completão!

  3. Bateu saudades! Como você disse em seu post, o Chile não se conhece numa única viagem, eu fiz duas. A primeira vez fiz esse roteiro no entorno de Santiago + Atacama, foram cinco dias em cada lugar. O Atacama foi a coisa mais linda que vi em minha vida! Eu sentada admirando o infinito naquele deserto de natureza linda, só me veio um pensamento à cabeça: Deus existe!

    • Débora Resende Responder

      Que lindo seu relato, Dilma! Já tô com viagem marcada para o Atacama e seu comentário me deixou com mais vontade de ir logo, rs

  4. O Chile é um destino que ainda não conheço mas não vejo a hora de tirar da lista, adorei o post e todas as informações, já quero acompanhar sua viagem por Atacama, é um dos locais do Chile que mais quero conhecer.

    • Débora Resende Responder

      Vou tentar mostrar o máximo possível do Atacama nas redes sociais e depois, claro, vai ter muito post aqui =)

Escreva um comentário