Uma das minhas viagens dos sonhos é visitar o Chile no inverno. Neve, ski, paisagens maravilhosas, passeios divertidos, vinhos e boa comida são apenas alguns dos atrativos do país nessa época. Não é atoa que a alta temporada do país vai de julho a setembro, exatamente na estação mais fria do ano!

Mas o inverno é uma época com características muito específicas e, por isso, é importante fazer um bom planejamento para estar preparado para fazer os passeios, para levar os itens corretos na mala e para não se esquecer de nenhum detalhe importante. Para te ajudar, eu selecionei nesse post as dicas mais importantes que vão garantir que você aproveite ao máximo essa experiência. Veja só:

Principais atrações do Chile no inverno

Antes de falar sobre as atrações em si, acho importante dar uma dica que envolve segurança e vai fazer toda a diferença na sua viagem. As atrações citadas aqui abaixo não possuem um acesso muito fácil, já que é preciso pegar estradas com curvas, muitas vezes sem asfalto e ainda é preciso lidar com a altitude. No inverno isso fica ainda mais complicado, já que há o adicional da neve na estrada, fazendo com que fique escorregadio.

  • Por isso, eu recomendo que faça esse tipo de passeio com uma agência de viagem que tenha motoristas experientes e que conheçam muito bem a estrada onde vão dirigir. A qualidade das vans também é muito importante! Eu tive uma experiência muito boa com a Destino Chile, que faz passeios tanto em Santiago quanto no Atacama, e por isso essa é a empresa que eu sempre indico.

Cajón del Maipo no inverno

Sempre que me perguntam “O que não posso deixar de conhecer em Santiago?” minha resposta é: Cajón del Maipo! Esse é um dos lugares mais lindos que já visitei na vida e adoraria que todos tivessem a oportunidade de conhecê-lo. Eu fui no verão, mas sei que no inverno ele fica ainda mais bonito, já que as montanhas ficam cheias de neve, o lago se transforma em um “espelho” e a paisagem é indescritível.

Eu tenho muita vontade de visitar o Chile no inverno e um dos principais motivos é fazer esse passeio novamente!

Valle Nevado e outras estações de esqui

chile no inverno
Foto: Valle Nevado

Outro motivo pelo qual eu quero muito voltar no Chile no inverno é para conhecer o Valle Nevado e esquiar. Essa é uma das estações de esqui que ficam bem pertinho de Santiago e com certeza é a mais famosa da região. É possível fazer aula de ski e snowboard, e ainda passar o dia inteiro praticando.

Ter a chance de ver a neve e praticar esportes de inverno sem precisar ir muito longe do Brasil e sem precisar gastar rios de dinheiro para isso é uma oportunidade e tanto que o Chile nos oferece!

Farellones

Também é possível aproveitar a neve de outras maneiras caso você não goste de praticar esportes — ou goste mas mesmo assim queira fazer tudo o que o inverno proporciona. Farellones é um parque com uma pequena pista de ski para os iniciantes, mas seu foco são as “brincadeiras” na neve, que vão desde skibunda a tirolesas, escorregadores e muitas outras atividades.

Atacama

O Deserto do Atacama pode ser visitado em qualquer época do ano, mas a vantagem do inverno é que as temperaturas ficam bem amenas durante o dia — mas é preciso ir preparado para as baixas temperaturas durante a noite ou em lugares de maior altitude. Outra vantagem é a paisagem que fica ainda mais especial com neve nos vulcões e em outros pontos turísticos. Ainda, no inverno as chances de chuva são bem pequenas!

O que levar na mala de viagem para o inverno no Chile?

As necessidades de uma mala de viagem vão depender muito da cidade chilena que você vai visitar ou das atrações de pretende conhecer. Se estiver indo para o Atacama, por exemplo, é preciso levar roupas pesadas de frio e também algumas opções “de calor” — lembrando que a temperatura é mais amena, mas não chega a ficar muito quente.

Em Santiago o ideal é apostar nas roupas mais quentinhas, principalmente se tiver planos de esquiar ou ver a neve. Mas na maioria dos casos não é preciso se preocupar em levar casacos pesados de neve ou outros acessórios e equipamentos para esportes, já que é possível alugar no próprio local ou em lojas específicas que as agências levam seus clientes.

Se puder levar roupas térmicas, vale muito a pena, assim como acessórios de inverno — luvas, toucas, cachecol, etc.

Além de roupas, independente do local para onde você vá, alguns itens são indispensáveis para seu bem estar durante o inverno no Chile. Na minha opinião, o mais importante são os hidratantes para o corpo inteiro! Hidratante para a pele, para o rosto, para os lábios, hidratante nasal, colírio para os olhos…

Apesar do inverno ser um pouco mais úmido, o Chile é um país muito seco e isso pode gerar certo incômodo e deixar seu corpo muito ressecado. Além disso, o frio deixa a pele mais sensível e as temperaturas muito baixas (e principalmente a neve) podem até queimar a pele se não for bem cuidada.

Calçados bem confortáveis também são importantes, e melhor ainda se forem fechados e bem quentinhos para manter os pés aquecidos.

Mala para o inverno no Chile

  • roupas adequadas dependendo do destino;
  • rouas térmicas;
  • luvas, toucas, cachecol;
  • calçados confortáveis e quentinhos;
  • hidratante corporal, facila, labial, nasal e colírio;

Chile no inverno: cuidados e a importância do seguro saúde

Além de compartilhar experiências divertidas e dar dicas legais por aqui, eu tenho a obrigação de falar da parte chata também, principalmente se isso influenciar na saúde e no bem estar dos meus leitores. Não adianta levar a roupa mais quentinha, os melhores hidratantes e escolher a agência mais bem recomendada para fazer seus passeios e esquecer de contratar um seguro saúde.

O seguro saúde é imprescindível em qualquer viagem, mas é ainda mais em uma como essa. Uma viagem para o Chile no inverno envolve baixas temperaturas, neve, tempo seco, atividades que oferecem certo risco, bastante caminhada e esforço físico. Sendo assim, qualquer pessoa está sujeita a pegar um resfriado ou se machucar.

Então não vale a pena economizar um dinheiro que não vai fazer falta para a viagem (já que o seguro não custa caro), correndo o risco de ter que gastar muito mais em uma emergência. Com o seguro viagem você tem acesso a bons hospitais ou mesmo a um médico em seu hotel, a remédios e muito mais. Além disso, você pode receber um reembolso em caso de extravio de bagagens e há muitos outros benefícios que não estão ligados à saúde.

  • Para que você possa entender melhor, eu escrevi um post sobre seguro viagem para o Chile, explicando sua importância, como funciona, quanto custa e como comprar um bom plano sem gastar muito!

Eu sempre recomendo fazer orçamentos em sites comparadores de preços, como a Real Seguros e a Seguros Promo. Eles mostram os valores de vários planos oferecidos por diversas seguradoras, assim você encontra o plano ideal que cabe no seu bolso de forma simples e rápida. Sugiro que cote nos dois sites, para ter certeza de qual oferece o melhor custo benefício para o seu caso!

  • Fiz uma cotação para vocês terem uma ideia, e um bom plano (30 mil dólares de assistência médica, da Assist Card) por 7 dias está custando em média 80 reais. Viu como é barato?

Chile no inverno: é garantido que vou ver a neve?

As chances de ver a neve no inverno chileno são muito grandes, mas é preciso ir para os lugares certos. Se você for para Santiago e ficar só na cidade, dificilmente vai conseguir ver a neve de pertinho. Para isso, é preciso ir para lugares mais altos como as estações de esqui ou mesmo o Cajón del Maipo. Na cidade mesmo, é mais provável que você só veja a neve de longe nas Cordilheiras. Porém, apesar de não ser comum, já chegou a nevar em Santiago.

Já no Atacama, é fácil ver a neve nos vulcões e em alguns locais de grandes altitudes, como o Salar de Tara, mas não é em qualquer passeio ou em qualquer ponto turístico que isso acontece.

É preciso ter a consciência de que a natureza é imprevisível! Em alguns anos a temporada de neve é maior e em outros é menor. Então, se você quer ter uma “garantia” de que vai ver a neve, o recomendado é viajar nos meses de julho e agosto, fugindo do comecinho e do finalzinho da estação.

Quais são as vantagens de visitar o Chile no inverno?

Pelo pouco que conheci do país eu já me apaixonei e posso dizer que uma viagem para o Chile vale a pena em qualquer época do ano. Mas o inverno é a alta temporada do país e não é atoa. As vantagens são inúmeras!

Neve no Chile

A chance de ver a neve sem sair da América do Sul e estando em um país tão receptivo e preparado para receber brasileiros é incrível. Então vale a pena visitar o Chile no inverno, pois é só nessa época do ano em que isso é possível! Ter a oportunidade de esquiar, praticar outros esportes e brincar na neve é demais!

Lindas paisagens

De norte a sul, o Chile é um país com paisagens que deixam qualquer um sem fôlego e sem palavras. Quando essas paisagens estão “decoradas” com a neve, é a coisa mais linda do mundo! É tão perfeito que nem dá para acreditar que é real, a impressão é de estar vendo uma pintura que teve cada detalhe muito bem pensado.

chile no inverno

Eu fui no verão e tive a chance de ver algumas paisagens com um pouquinho só de neve e já foi lindíssimo, imagina no inverno? Uma dica: ainda no avião, quando estiver chegando em Santiago, fique de olho na janela e aprecie um dos maiores presentes que o universo vai te dar na vida!

Friozinho e bons vinhos chilenos

O Chile é muito famoso por seus vinhos, que são muito baratos e de muita qualidade. E até eu que não sou muito fã da bebida sei que eles combinam perfeitamente com o frio, e não há melhor época e lugar para um bom vinho do que o inverno no Chile!

Eu poderia listar diversas outras vantagens aqui, mas acho que nem precisa, né? Se joga e aproveita muito o Chile no inverno ou em qualquer outra estação do ano! E se gostou das dicas, compartilhe esse post no Facebook e não se esqueça de marcar todo mundo que vai fazer essa viagem com você (mesmo que eles ainda não saibam hahaha).


Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

16 Comentários

  1. Que delícia de post! Deu vontade de fazer as malas pro Chile agora, aproveitando que as passagens estão custando menos de 600 reais!

  2. O Chile no inverno é realmente maravilhoso! Um destino fabuloso para quem curte neve. Eu adoriaria voltar para Cajon del Maipo no inverno, a paisagem deve mudar muito!

    • Débora Resende Responder

      Eu também não conheço o Cajón no inverno mas sei que a paisagem consegue ficar ainda mais linda!

  3. Chile foi uma daquelas gratas surpresas! Como pode um país possuir tantas paisagens diferentes?! Agora tenho que voltar para conhecer o Cajon del Maipo.

    • Débora Resende Responder

      Exatamente! Para mim também foi uma surpresa maravilhosa! Volte sim, o Cajón del Maipo é a coisa mais linda desse mundo =)

  4. Eu já fui no Chile muitas vezes, mas ainda tô devendo inverno, acredita? Ainda não vi a neve e preciso muito voltar ao país pra realizar esse sonho! Deve ser a coisa mais linda

    • Débora Resende Responder

      Deve ser lindíssimo mesmo!! Também quero muito visitar o país nessa época =)

  5. Eu to numa temporada praias e cachoeiras, mas confesso que a neve faz falta! Hahaha
    Eu amo o Chile e esse post me inspirou a planejar uma trip pra lá urgente!

  6. Luis Felipe Zambiasi Responder

    Eu fui para o deserto do Atacama e no litoral Chileno no verão de 2018, vi um pouco de neve sobre os vulcões, e nos Andes então fiquei com vontade de voltar. O Chile me encantou. Irei novamente: chegarei em Santiago no dia 16/6/2019 e retornarei dia 21/6 então estou torcendo para nevar, sei que pode ocorrer de a neve chegar mais tarde, lá por julho, então Oremos!!! Quero ir no vale nevado e no cajon del maipo.

  7. Vc pode optar TB pra conhecer Portilho que já e na fronteira do Chile com Argentina, e lindíssimo quanto cajon…

  8. Fiquei 15 dias no Chile, voltei agora dia 13/06, e tudo muito bonito, paisagens, todo dia que ia em algum passeio , falava este e o mais bonito e foi assim em todos passeios, quero ressaltar pra quem não conhece o passeio de Isla negra e pomaire, super recomendo e Portilho TB não fica nada atrás de cajon, imperdível, amei tudo

Escreva um comentário