Eu nasci em Belo Horizonte e vivo na região metropolitana desde meus primeiros dias de vida, mas faz pouquíssimo tempo que comecei a enxergar a cidade de forma turística. Não sei quantas vezes eu disse “não tem nada para fazer nessa cidade”, sem ao menos saber o que fazer em Belo Horizonte e dar uma chance aos seus pontos turísticos. Mas acho que é normal, né? Pouca gente realmente conhece os pontos turísticos do lugar onde mora.

Precisei que amigos de fora viessem turistar por BH para perceber o quanto essa cidade é incrível! Há muito o que fazer por aqui e nas cidades vizinhas, que ficam logo “ali”. Quer conhecer as principais atrações de Belo Horizonte? Então anote essas dicas antes de montar seu roteiro:

O que fazer em Belo Horizonte?

Para facilitar seu planejamento, dividi as atrações de BH por bairros. Acredito que essa seja a melhor maneira de conhecer Belo Horizonte, montando um roteiro com os pontos turísticos que estão próximos uns dos outros.

O que fazer no Centro de Belo Horizonte?

Mercado Central

o que fazer em belo horizonte

O Mercado Central é um clássico de Belo Horizonte, considerado um dos maiores e melhores mercados do mundo! É um passeio imperdível para quem quer comprar um bom doce de leite ou outros “souvenirs” gastronômicos, como queijo, pimenta, temperos e outros tipos de doces.

No total são mais de 400 lojas e você encontra de tudo por lá — artesanato, castanhas, itens de decoração, utilidades domésticas, suplementos, cosméticos, etc. Também há vários restaurantes e lanchonetes, onde você pode comer o tradicional fígado com jiló, pastel, pão de queijo…

ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM NO CENTRO DE BELO HORIZONTE

Parque Municipal

Depois de andar bastante no Mercado, você pode dar uma paradinha no Parque Municipal para descansar um pouco. Dá para chegar lá em uns 10 minutos de caminhada “morro acima”, como dizem por aqui.

Confesso que eu só tinha ido ao Parque Municipal uma vez na minha vida, mas nem entrei direito para conhecer. Ouvia muita gente falando que era feio e perigoso, que não valia a pena. Recentemente fui lá levar uma amiga que estava visitando a cidade e me surpreendi demais!

O lugar é lindo e tem algumas paisagens que parecem pintura! Não me senti insegura em nenhum momento — mas é sempre bom ter cuidado e evitar o local quando estiver muito vazio. Tem vários atrativos para as crianças, como um parque de diversões bem pequenininho, passeio de trenzinho, de barco, etc.

Se você for em um domingo, com certeza encontrará o parque e seus arredores bastante cheios! É que nesse dia acontece por ali a feira hippie da Afonso Pena, onde você encontra de tudo para comprar!

O que fazer em Belo Horizonte: Pampulha

Se possível, reserve um dia em seu roteiro só para a Pampulha, pois há muitas atrações legais por ali. A Igrejinha da Pampulha é, com certeza, o principal cartão postal de Belo Horizonte. Ela faz parte do Conjunto Arquitetônico da Pampulha, projetado por Oscar Niemeyer a pedido de Juscelino Kubitschek. Recentemente, o Conjunto foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

Essa região é muito amada até mesmo pelos belorizontinos, que aproveitam os quase 20 km da orla da lagoa para caminhar, praticar esportes, passear com cachorros ou mesmo fotografar e relaxar.

Quem tem crianças pode curtir o Parque Guanabara, e quem não tem pode aproveitar os vários restaurantes e barzinhos perto da lagoa ou na Av. Fleming. Ainda, o Parque Ecológico da Pampulha é um excelente local para curtir a natureza.

Casa Kubitschek

A Casa Kubitschek também é uma obra de Oscar Niemeyer e foi a “casa de fim de semana” de JK. Em 2013 ela se transformou em um museu e foi aberta ao público. A visita é bem interessante, e começa na antiga garagem, onde podemos ver uma pequena exposição sobre a história da Pampulha. Depois entramos na casa e podemos conhecer um pouco mais de Kubitschek e sua história. É possível entrar em praticamente todos os cômodos, e a casa tem um estilo bem diferente.

Museu de Arte da Pampulha

O Museu de Arte da Pampulha (MAP) faz parte do Conjunto Arquitetônico projetado por Niemeyer. Antigamente a construção abrigava o Cassino da Pampulha, mas em 1946 os jogos foram proibidos no Brasil. 11 anos depois aconteceu a inauguração museu, que hoje conta com milhares de obras de arte contemporânea.

Mineirão

O Mineirão é o estádio de futebol de Belo Horizonte e, além de poder assistir aos jogos, você pode visitar o museu e fazer uma visita guiada pelos “bastidores”.  É um passeio super interessante e divertido para quem curte o esporte.

Casa do Baile

Na década de 40, época de sua inauguração, a Casa do Baile contava com um restaurante e uma pista de dança para que a população belorizontina pudesse se divertir. Desde 2002 ela funciona como “Centro de Referência de Urbanismo, Arquitetura e Design”, com diversas exposições e outros eventos relacionados ao assunto.

ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM NA PAMPULHA

O que fazer em Belo Horizonte: Praça da Liberdade

A Praça da Liberdade é um dos meus lugares favoritos de BH! Além da praça em si, que é um lugar muito gostoso de passar um tempo, há várias atrações legais em volta. O primeiro semáforo de Belo Horizonte está localizado ali.

Se você gosta de museus, não deixe de conhecer o Circuito Cultural da Praça da Liberdade. Ele é composto por diversos museus, um bem diferente dos outros. Há opções para todos os gostos (mesmo!)! Os meus preferidos são:

CCBB

O Circuito Cultural do Banco do Brasil existe em outras cidades brasileiras e em BH está localizado na Praça da Liberdade. As exposições são temporárias, então de tempos em tempos há algo diferente para ver por ali. Eu gosto muito de ir lá, principalmente quando há exposições interativas. Mas no geral, as atrações do CCBB não decepcionam!

Espaço do Conhecimento da UFMG

Outro museu que eu adoro na Praça da Liberdade é o Espaço do Conhecimento da UFMG. Suas exposições também são temporárias e sempre muito interessantes — mais educativas do que culturais. Além disso, há um terraço astronômico, onde é possível fazer observações pelo telescópio todo sábado, das 19h às 21h. Porém, são distribuídas senhas a partir das 17h, por isso é bom passar lá perto desse horário para garantir a sua.

Ainda, o Planetário é um cinema imersivo muito legal, no qual o teto se transforma na tela e você pode aprender um pouco mais sobre o universo. São vários filmes diferentes ao longo dia dia, e o ingresso custa 6 reais (ou 3 se for meia entrada).

ENCONTRE SUA HOSPEDAGEM NA SAVASSI

O que fazer em Belo Horizonte: Mangabeiras

Mangabeiras é um bairro de Belo Horizonte que possui algumas atrações legais. Por causa do surto de febre amarela no Brasil nos últimos anos, algumas das atrações dessa região estão fechadas há algum tempo. Antes de montar o seu roteiro, recomendo que verifique o funcionamento do Mirante e do Parque das Mangabeiras.

Praça do Papa

o que fazer em belo horizonte

Outra praça muito famosa em Belo Horizonte é a Praça do Papa. Ela é enorme e tem uma vista maravilhosa, o que faz com que muita gente a escolha como cenário de ensaios fotográficos. É um lugar bem tranquilo e gostoso para ver o tempo passar, praticar esportes e muito mais.

Rua do Amendoim

A Rua do Amendoim é bem famosa, até mesmo fora de BH. É preciso ir lá de carro, deixá-lo desengrenado e tirar o pé do freio. Você vai perceber que está na descida, mas o carro vai começar a subir. Eu poderia dizer que é uma ilusão de ótica, mas aí vai perder toda a graça, né?

Mirante do Mangabeiras

Eu amo lugares altos e vistas bonitas, então o Mirante do Mangabeiras é um dos meus lugares favoritos em BH. Infelizmente faz algum tempo que ele está fechado, mas vale a pena verificar se já estará aberto quando você for visitar a cidade.

Parque das Mangabeiras

O Parque das Mangabeiras está aos pés da Serra do Curral e é um dos maiores parques urbanos da América do Sul! É um lugar muito gostoso e tranquilo, cheio de natureza, fauna e flora riquíssimas, mirantes, quadras esportivas e muito mais. Além de lindo ele oferece um contato incrível com a natureza, além de momentos muito relaxantes. Vá com roupas confortáveis e tênis, se quiser andar por ali.

O que fazer em Belo Horizonte: atrações alternativas

Agora que você já conhece os principais pontos turísticos de Belo Horizonte, que podem ser visitados em 2 ou 3 dias, que tal fazer alguns passeios diferentes? Há opções dentro de BH e outras nas cidades vizinhas:

Jogos de Escape

Se você acompanha o blog, já me viu falando sobre jogos de escape algumas vezes por aqui. Eu amo e estou na missão de jogar todas as salas de BH. ?? Você entra em uma sala totalmente tematizada e tem 60 minutos para escapar, desvendando pistas e enigmas. É super divertido e dá para levar a família toda, ou os amigos.

Em BH eu já joguei em 4 lugares: Escape 60, Escape Time, Excape House e Escape Zone. Amei os 4 e não sei dizer qual é o melhor, então minha sugestão é que você conheça as salas de cada um e escolha sua preferida!

Inhotim

inhotim

Acho que BH se tornou destino de muitas viagens graças ao Inhotim, que fica a cerca de 60 km da capital mineira, em Brumadinho. Muita gente faz bate-volta saindo de Belo Horizonte, o que acho ok se você tiver pouco tempo. Porém, se puder ficar 3 ou 4 dias, você consegue conhecer o museu com muito mais calma e ainda pode conhecer Brumadinho além de Inhotim, com visita a um quilombo, cachoeira, pubcrawl, ioga e muito mais!

Macacos

Macacos é um arraial localizado em Nova Lima, suuuuper pertinho de BH. Se tiver tempo para dormir lá por uma ou duas noites será perfeito, mas também é possível fazer um bate-volta. Lá tem muitos restaurantes legais, cachoeiras, passeio de quadriciclo… E não deixe de comer a bala delícia da cidade, a melhor que já comi na vida (e olha que sou quase uma formiguinha!).

Agora você já sabe o que fazer em Belo Horizonte e tenho certeza que vai aproveitar muito essa cidade tão amorzinho! Mas eu quero saber: você é como eu, que demorou muito ou ainda nem conheceu os pontos turísticos de onde mora? Deixe um comentário e me conte qual é sua cidade e o que há de legal para fazer por aí (quem sabe eu não aumente minha lista de próximas viagens?).


Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

10 Comentários

  1. MARCIO VITAL VALENÇA Responder

    Adoro demais Belo Horizonte. O Mercado sem dúvida é meu local preferido. Parabéns pelas dicas.

  2. Flávia Donohoe Responder

    Já visitei a cidade duas vezes e sempre me surpreendo, o mercado Central é sem dúvida um dos lugares mais legais que já visitei. Quero voltar um dia desses!

  3. Camila Lisbôa Responder

    Se eu for pra BH e não comer fígado com jiló no Mercado não é BH (sim, eu gosto meeeeeeeeeesmo 🙂 )

  4. Adorei o post! Estive recentemente em BH e não consegui visitar alguns desses lugares. Lendo seu post, morri de vontade de voltar. Ótimas dicas 🙂

  5. Marcia Picorallo Responder

    Ainda não conheço BH, mas quero ir um dia, acho estas praças e parques demais! Também tenho feito bastante turismo em São Paulo e acho que a gente vê a cidade com um olhar mais descontraído, o que é muito necessário por aqui rsrsrs

Escreva um comentário