Conhecer o restaurante Giratório em Santiago era uma de minhas prioridades nessa viagem. Primeiro porque eu acho que conhecer a gastronomia é uma das melhores maneiras de se conhecer a cultura de uma cidade ou país. Segundo porque amo viver experiências diferentes sempre que possível. E comer em um restaurante que fica no décimo oitavo andar de um prédio, com vista panorâmica para as cordilheiras e que gira o tempo todo, é uma experiência pra lá de diferente, não é?

Já adianto que não será uma refeição muito barata, mas é possível economizar um pouco e fazer com que o restaurante Giratório caiba no seu bolso. Você pode gastar um pouco menos nas outras refeições e guardar uma grana extra para esse local, onde você terá muito mais do que uma comida boa e um atendimento excelente!

Se quiser saber como foi minha experiência no restaurante Giratório em Santiago, vou te contar tudo nesse post:

Restaurante Giratório em Santiago

Como eu já adiantei, o restaurante Giratório fica no décimo oitavo andar de um prédio. Ele está localizado no bairro Providencia, um dos bairros mais indicados para hospedagem em Santiago e onde está o Sky Costanera. É muito fácil chegar lá, seja de carro ou transporte público.

restaurante giratório em Santiago

Dica importante: se possível, reserve sua mesa com antecedência! Pode ser que você consiga mesa sem fazer reserva, mas não é garantido, principalmente se você for em alta temporada.

E se você está se perguntando se dá um mal estar ou se há chances de ficar tonto por causa do movimento, pode ficar tranquilo! Ele gira bem devagar e quase não dá para perceber. Você só tem certeza que ele está girando porque vê a vista mudando a todo momento. É bem divertido!

O cardápio e os preços

O Giratório é um restaurante de padrão um pouco mais alto, então as opções do cardápio são excelentes, além de oferecerem uma ótima variedade. Há opções para todos os gostos, seja na entrada, nos pratos principais, sobremesas ou bebidas. E além do cardápio normal, eles oferecem a opção “almoço do dia”, que é como se fosse um menu executivo, que sai por um valor bastante atrativo.

Cardápio normal

Logo que chegamos o garçom nos trouxe um tablet, onde poderíamos ver todo o cardápio, que é dividido entre carnes, frutos do mar e massas, saladas e risotos. Nós já havíamos olhado o cardápio no site do restaurante, e eu recomendo que façam o mesmo. Assim você pode verificar as opções e os valores.

O restaurante nos ofereceu um jantar completo, com entrada, prato principal, sobremesa e bebidas. Para a entrada, pedimos uma fritada de camarões equatorianos. Os pratos principais foram um risoto de camarão e um bife de lomo liso acompanhado de purê de batatas. Para a sobremesa, escolhemos um creme brulé de lúcuma e um creme de chocolate com sorvete e morangos. Ainda, escolhemos um vinho dentre as várias e várias opções que o restaurante possui.

O valor dessa refeição completa foi de aproximadamente 60 mil pesos chilenos, o que dá pouco menos de 300 reais. Lembrando que foi uma refeição completa para 2 pessoas. É claro que não dá para comer por esse valor todos os dias, mas eu achei muito justo considerando a comida, o atendimento e toda a experiência. Se quiser ter um jantar especial durante a viagem, acredito que essa seja a melhor opção.

Menu executivo

Se não quiser ou não puder gastar cerca de 150 reais em um jantar, o restaurante Giratório em Santiago oferece também a opção de um menu executivo, que é servido somente no horário do almoço. Atualmente ele custa 15.900 pesos por pessoa, o que dá aproximadamente 80 reais. Nesse menu eles oferecem 2 opções de entrada, 2 de prato principal, duas sobremesas e algumas bebidas específicas. Você tem direito a escolher uma opção de cada, sendo que esse menu pode ser diferente a cada dia.

Além do Restaurante Giratório, Santiago possui outras atrações incríveis! Não deixe de conferir os outros posts do blog onde contamos sobre cada passeio que fizemos:

 

A vista panorâmica do restaurante Giratório

Apesar da comida ser maravilhosa, a estrela principal é a vista que vai mudando ao longo do tempo. O restaurante giratório gasta pouco mais de uma hora para dar uma volta completa. É incrível, pois a cada momento você tem uma vista diferente. Quando nós chegamos, sentamos bem de frente para o Sky Costanera, depois passamos pelas Cordilheiras, pela cidade, pelo pôr do sol…

restaurante giratório em Santiagorestaurante giratório em Santiagorestaurante giratório em Santiago

Foi incrível e eu acho que vale muito a pena ir no finzinho da tarde, justamente para ter a vista durante o dia, admirar o pôr do sol e depois ver a cidade lá de cima durante a noite.

Em que horário devo chegar para ver o pôr do sol?” Essa pergunta é muito comum e a resposta é simples: depende da época em que você vai viajar!

Eu fui no verão e o sol estava se pondo por volta de 21h, então nós chegamos perto de 19h30. Porém, no inverno o sol se põe bem mais cedo, e nas outras épocas do ano o horário também varia. Minha sugestão é pesquisar no Google (ou olhar no aplicativo “Tempo”, caso você tenha um iPhone) o horário em que o sol se põe. A partir disso, sugiro que chegue entre 1h e 1h30.

O atendimento no restaurante Giratório

O atendimento do restaurante Giratório é excelente! Os garçons se esforçavam para falar com a gente em português, se ofereciam para fazer fotos quando viam que a vista estava bem bonita, nos deram sugestões e tiraram dúvidas sobre o que comer e sempre passavam pelas mesas para saber se estava tudo bem ou se precisávamos de mais alguma coisa. Todos eram muito gentis e muito simpáticos.

Restaurante Giratório em Santiago: vale a pena?

Acho que já deu para perceber ao longo do texto que eu acho que vale muito a pena, né? Eu tento fazer minhas viagens mais econômicas possível e quem acompanha o blog sabe disso, já que eu sempre dou dicas para economizar por aqui. Dessa vez nós nos permitimos comer um pouco melhor, mas não costumo gastar muito com comida durante as viagens, e comer em bons restaurantes nunca é prioridade para mim. Eu gosto de gastar com experiências.

restaurante giratório em Santiago

E, nesse caso, eu considero que paga-se mais pela experiência do que pela comida, então vale muito a pena! Poder comer tão bem em um lugar lindo e tão diferente foi um dos momentos mais legais de todo o nosso mochilão pela América do Sul!

Agora eu quero saber o que você achou do restaurante Giratório em Santiago! Se já foi, deixa um comentário e nos conte sua opinião. Se ainda está planejando sua viagem, nos conte se vai colocá-lo em seu roteiro =)

  • O restaurante Giratório nos ofereceu o jantar como cortesia, para que pudéssemos ter essa experiência e compartilhar com você. Fique tranquilo pois toda opinião contida aqui é 100% verdadeira!

Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

22 Comentários

  1. O Giratorio pode ser considerado um ponto turístico em Santiago. Sempre indico a todos conhecer. Que legal que vocês também curtiram a experiência!

  2. Flávio Borges Responder

    Oi Débora
    O Giratório é fantástico né? Nas duas vezes que estive em Santiago, fizemos questão de bater ponto lá! Realmente o preço é meio salgadinho mas a comida + ambiente + vista, fazem valer a pena!

    Um abraços

    • Débora Resende Responder

      Sim!! É toda uma experiência que faz o preço valer muito a pena =)

  3. Oi Débora! tenho uma dúvida, você precisa pedir obrigatoriamente a entrada, prato principal e sobremesa?

    • Débora Resende Responder

      Se você escolher o menu executivo, terá direito à entrada, prato principal e sobremesa pagando o preço fechado. Se optar pelo cardápio normal, pode pedir da forma que preferir como em qualquer restaurante =)

    • Débora Resende Responder

      A gente se programou pra chegar lá faltando pouco mais de uma hora pro pôr do sol, então chegamos 19h mais ou menos. No verão o sol começava a se pôr umas 20h30.

  4. Isabella Carvalho Responder

    Oi Débora! Como você fez a reserva? Pelo telefone que eles disponibilizam no site? Fez aqui do Brasil mesmo?

    • Débora Resende Responder

      Não tenho certeza, acredito que até 15h. Mas sugiro que confirme com o restaurante para ter certeza =)

  5. Mayte Scaravelli Responder

    Débora, sempre quis conhecer este restaurante. Já fui a Santiago e deixei a oportunidade escapar, mas como Santiago nunca saiu da minha lista tenho certeza que um dia voltarei.

    Obrigada por este post tão detalhado, assim como você eu tbm acredito que vale a pena economizar em algumas coisas e gastar em outras, essa é uma experiência única.

    • Débora Resende Responder

      É realmente uma experiência incrível! Vale a pena ir lá quando voltar a Santiago =)

  6. Débora bom dia
    Adorei seu poste.
    Poderia me informar se estes pratos são individuais ou um prato é suficiente para dois?
    Jantar. E o vinho sai muito caro? Que horas chegar para pegar o por do sol no mês de julho?

    • Débora Resende Responder

      Oi, Mônica! Os pratos são individuais sim, não são suficientes para dois. Sobre os vinhos, infelizmente eu não lembro o valor, mas lembro que tinha uma carta bem extensa e com opções de preços variados =) Em julho com certeza o sol se põe bem mais cedo do que na época em que eu fui, mas não sei te dizer o horário pois nunca estive lá nessa época.

    • Débora Resende Responder

      Se você quiser ver o pôr do sol, depende da época em que for viajar. No verão, que foi a época em que eu fui, o sol se põe pouco antes das 21h. No inverno com certeza se põe mais cedo. É preciso verificar o horário que o sol costuma se por quando você estiver lá =)

  7. Viajando na próxima viagem… conheci o Geratório em julho/2012 e fui à noite… ADOREI!!
    Dessa vez vou com os filhos e pretendo almoçar…

  8. Ana Lúcia Badih Responder

    Agradeço demais suas dicas! Pretendo conhecer esse lugar que vc descreveu tão brilhantemente! Irei dia 22 ou 23 de julho. Tentarei pegar o por do sol tb, como vc sugeriu! Obrigada!

    • Débora Resende Responder

      Oi, Ana! Fico muito feliz que tenha gostado do post e da sugestão de ver o pôr do sol. Tenho certeza que você vai amar! Depois volta e me conta o que achou? =)

Escreva um comentário