Santiago é a capital do Chile e uma das cidades queridinhas dos brasileiros na América do Sul. Além de ser um lugar lindo, é super versátil e oferece atrações para todos os gostos! Quem não quer caminhar pela cidade avistando as Cordilheiras do Andes em quase qualquer lugar? Ou ter a opção de esquiar sem precisar ir tão longe? Há muito o que fazer em Santiago, mas não só na capital em si. Os arredores da cidade também têm muito a oferecer. Paisagens exuberantes, experiências únicas…

Minha viagem foi no verão e eu tive 5 dias por lá, tempo que eu achei ótimo para conhecer as principais atrações. Vou compartilhar com vocês o meu roteiro, que pode ser adaptado de acordo com a quantidade de dias que forem ficar na cidade. Porém, recomendo que fiquem no mínimo cinco dias, pois há muita coisa legal para conhecer!

Se eu tivesse ido no inverno e tivesse a possibilidade de esquiar, tentaria colocar no mínimo mais dois dias de viagem, para não deixar de fazer nenhuma das atrações citadas nesse post, pois, na minha opinião, todas elas são imperdíveis. Quer saber o que fazer em Santiago e região em 5 dias? Então anote todas as dicas a seguir:

O que fazer em Santiago e região

Como eu disse, não só a capital oferece lugares interessantes para conhecer. Na verdade, há mais coisas para se fazer nos arredores do que em Santiago, em si. Mas a vantagem é que são locais próximos e que possibilitam bate-voltas, então você pode usar Santiago como base para se hospedar, e não precisa andar de mala e cuia de um lugar para o outro.

  • Nós fizemos tudo de transporte público e foi bem tranquilo! Mas se preferir, você pode alugar um carro para facilitar seu deslocamento pela região.

Estou colocando os dias na ordem que fiz, mas é claro que você não precisa seguir desse jeitinho. A ideia é se inspirar e adaptar o que eu fiz, para se adequar às suas possibilidades.

Dia 1: Vinícola e Restaurante Giratório

As vinícolas são parte muito importante da cultura chilena, por isso acho que vale super a pena incluir esse passeio no roteiro, mesmo que você não goste muito de vinho — como é o meu caso. E o que não falta nos arredores de Santiago são vinícolas que oferecem tours guiados.

o que fazer em santiago

Eu escolhi conhecer a vinícola Undurraga, e amei a experiência! Ela fica perto de Santiago, é fácil chegar por conta própria, não custa caro e é linda. O tour foi superlegal, o guia era incrível e conhecia tudo sobre o lugar. Passamos por todas as etapas da produção e, no fim, pudemos degustar quatro vinhos diferentes, inclusive um que se tornou meu preferido.

Se você for a uma vinícola não muito distante da capital, provavelmente o passeio vai durar menos de meio dia, como foi o nosso caso. Pegamos o tour das 14h, para não precisar acordar muito cedo. Saímos por volta de meio dia e antes das 16h já estávamos no centro de Santiago novamente.

Como a noite estava livre, decidimos jantar no restaurante Giratório, que já se transformou em uma atração em Santiago. Ele fica no décimo oitavo andar de um prédio e, como o nome sugere, ele fica girando bem devagarzinho. É muito legal, pois as “paredes” externas são todas de vidro, então além da vista ser linda, ela vai mudando o tempo todo. Pode ficar tranquilo que você não vai ficar tonto nem com náuseas, pois ele realmente gira devagar e quase não dá para perceber.

o que fazer em santiago

O jantar completo acaba saindo caro, mas é uma experiência muito diferente e que eu acho que vale a pena pelo menos uma vez na vida, sabe? A comida é maravilhosa, o atendimento é excelente e tem todo o diferencial de ser um restaurante giratório. Se o orçamento estiver apertado, você pode ir na hora do almoço e pedir o menu executivo, que vai custar mais ou menos a metade do jantar normal.

Dia 2: Valparaíso e Viña del Mar

Valparaíso e Viña del Mar são duas cidades que ficam a pouco mais de uma hora de Santiago, e a cerca de 20 minutos uma da outra. Apesar de estarem bem próximas, elas são completamente diferentes. É um passeio que dá para fazer em um dia, tranquilamente. Saia cedo de Santiago, escolha uma das cidades para ir primeiro, pegue um ônibus em direção à outra e volte para a capital no finzinho da tarde.

o que fazer em santiago

Valparaiso é uma cidade portuária, cheia de morros, grafites e meio bagunçada. Muita gente diz que não é uma cidade muito bonita, e eu tenho que concordar. Mas há alguns lugares bem charmosos, e acho que ela se torna tão legal justamente por ser um pouco caótica. Prepare-se para andar por ruelas e subir muitas ladeiras enormes! Em alguns momentos, utilize os famosos ascensores para chegar à cidade alta. E não deixe de visitar a casa de Pablo Neruda, um dos lugares mais interessantes que já visitei.

o que fazer em santiago

Digamos que Viña del Mar é basicamente o oposto de sua vizinha. Uma cidade de praia, plana, com ruas largas, muito arborizada e florida. É bem mais bonito e fácil de andar por ali. Entre as atrações principais estão o famoso relógio de flores, o oceano pacífico e o museu que tem uma estátua Moai na porta.

NÃO SE ESQUEÇA DE RESERVAR SEU SEGURO VIAGEM

Viaje com segurança e tranquilidade! Fazendo sua reserva pela Real Seguros você encontra o melhor custo x benefício e ainda ajuda o blog a se manter, sem pagar nada a mais por isso!

Dia 3: Cajón del Maipo

Um passeio que exige um dia inteiro é o Cajón del Maipo. Eu já disse que esse foi meu passeio preferido em Santiago, e eu recomendo demais! Nós fomos com a empresa Destino Chile, que é brasileira e tem foco em clientes brasileiros, o que é ótimo pois o site e todo o atendimento é em português.

o que fazer em santiago

Fizemos Cajón del Maipo com parada nas piscinas termais de Baños Colinas e depois no famoso Embalse el Yeso. Foram dois dos lugares mais maravilhosos que já vi na vida! Vale muito, muito a pena.

A van da empresa nos buscou no hostel às 6h20 e pouco depois das 17h estávamos de volta a Santiago. Porém, esse é um passeio muito cansativo, então recomendo que não coloquem nada no roteiro para a noite. Deixe a noite livre e decida na hora o que fazer. Nós só conseguimos tomar um banho, comer no hostel e sair para comprar água. Mas estávamos há uns 15 dias viajando, então nosso corpo já não aguentava muita coisa, rs.

O que fazer em Santiago

ASSISTA AO VLOG ONDE EU MOSTRO NOSSOS PASSEIOS EM SANTIAGO!

Dias 4 e 5: conhecendo a cidade de Santiago

Já percebemos como a região de Santiago é incrível e cheia de coisas legais para fazer. Mas a capital também tem seus atrativos. Acredito que dois dias sejam suficientes para conhecer os principais pontos turísticos.

O segredo é ficar bem localizado, de preferência perto da linha vermelha do metrô, caso esteja sem carro. Eu fiquei no Hostal Providencia e recomendo muito!

o que fazer em santiago

No primeiro dia nós conhecemos a casa de Pablo Neruda, o Cerro San Cristóbal e o Sky Costanera — prédio mais alto da América Latina. No segundo dia, fizemos a parte mais central, que incluiu a troca de guardas no Palácio de La Moneda, a Plaza de Armas e as atrações ao redor (Catedral e Museu Nacional do Chile). Ali perto também está o museu de arte pré-colombiana e o Cerro Santa Lucia.

Dia extra: Ski Day

Se for para Santiago no inverno, vale muito a pena reservar um dia para as atrações de inverno. Uma opção é conhecer o parque Farellones, local perfeito para “brincar” na neve. Outra opção, ainda mais famosa, é o Valle Nevado — uma das principais estações de ski da região. Aqui no blog em um post sobre Valle Nevado e Farellones, para conhecer um pouco mais sobre cada local.

Se gostou de descobrir o que fazer em Santiago e região, deixe um comentário e me conte qual lugar te parece mais incrível!


Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

18 Comentários

  1. Adorei o roteiro. Bem parecido com o que fiz quando estive por lá. Ótimas dicas!

  2. angela sant anna Responder

    que legal que explorou bem a região! nos fomos no fim da viagem ao Atacama e Bolívia e ai aproveitamos para dar uns roles mais relax e descansar!

    • Débora Resende Responder

      Minha ideia também era descansar e relaxar hahaha mas voltei pra casa exausta!

  3. oi Débora… já estive no país algumas vezes, mas acredita que nunca fui ao Giratório? Valpo eu adoro, Viña nem tanto… Cajón del Maipo nem sabia da existência até há pouco tempo e já estou doida de vontade de conhecer, pois que lugar lindo é este?! bjs

    • Débora Resende Responder

      O Giratório é bem legal! Vale a pena se vc voltar lá =) Sério que não gostou de Viña? Eu achei uma graça de cidade, rs. E não deixe de conhecer Cajón del Maipo na próxima vez, é maravilhoso!

  4. Fabio Pastorello Responder

    Tem muita coisa legal para fazer em Santiago, o legal é que dá para voltar várias vezes. Eu adorei jantar no Giratório na nossa primeira vez em Santiago.

    • Débora Resende Responder

      Sim! Eu já quero muito voltar a Santiago, principalmente no inverno, rs.

  5. Eu vi q vc indicou uma empresa pra fazer o tour Destino Chile. Vc gostou dessa empresa? Podemos confiar no trabalho deles?

    • Débora Resende Responder

      Todas as empresas que eu indico aqui no blog são de minha confiança! No caso da Destino Chile, fui com eles para o Cajón del Maipo e a experiência não poderia ter sido melhor =)

  6. Camila Lisbôa Responder

    Esse roteiro tá ótimo! Adoro incluir Viña no verão 🙂 E obrigada por citar o OMMDA com o post das vinícolas <3

    • Débora Resende Responder

      Queria ter ficado mais tempo em Viña del Mar, achei a cidade tão gracinha!

  7. Olá!!! Adorei o roteiro, deu pra entender e assimilar com o lugar…
    Queria saber, se esse roteiro se aplica a Santiago na época do verão, eu e esposo iremos nos meados de dezembro…
    Bjs e obrigada!!

    • Débora Resende Responder

      Dá para fazer esse roteiro em qualquer época do ano =) Eu também fui no verão e aproveitei muito!

  8. Pingback: Quase Santiaguina - por Natália Médici - Na Estrada com as Minas

  9. Pingback: 7 ótimos lugares para conhecer em Santiago | Ares do mundo

  10. Pingback: 7 ótimos lugares para conhecer em Santiago | Ares do Mundo

  11. Pingback: Santiago do Chile roteiro completo | Diário de Turista

Escreva um comentário