Navigation Menu

5 lugares na Bolívia que você precisa conhecer!

A Taís Ribeiro tem 25 anos e escreve no blog Nýr Dagur. Ela fez um mochilão pela América do Sul e a Bolívia foi um dos seus destinos favoritos! Hoje ela compartilha com a gente 5 lugares imperdíveis no país.

Em 2012, fiz uma viagem que mudou minha vida, um mochilão por 3 países na América do Sul.  Quando a maioria das pessoas soube que um dos meus destinos era a Bolívia, o que mais ouvi foram as seguintes frases:
‘’O que você vai fazer na Bolívia? Não tem nada lá’’
‘’Por que você não escolhe outro destino mais legal, que tal Estados Unidos?’’
‘’A Bolívia é um país muito pobre, deve ser perigoso’’
‘’Por que a Bolívia?’’
E claramente, essas perguntas vieram de gente que nunca esteve lá e que não sabe nada sobre o país e seu povo, só o que ‘ouviram falar’ ou o que viram na TV. Infelizmente, pelo menos em São Paulo, os bolivianos não são visto com bons olhos, as pessoas os descriminam, tiram sarro se os veem  dirigindo um carro supostamente caro e mais uma porção de pensamentos preconceituosos. O quão triste é isso?
Ainda bem que eu não dei ouvidos para ninguém e fui, conheci um país incrível, com uma cultura muito rica, um povo humilde e batalhador, vivi experiências que vou levar para o resto da vida e com certeza digo: a Bolívia é um dos países mais lindos que já visitei.
E eu respondo, por que não a Bolívia? Paisagens surreais, do ladinho do Brasil e ridiculamente barato. Ainda não te convenci?  Está na dúvida? Então vem que eu vou te mostrar 5 lugares na Bolívia que você precisa conhecer.

  1. SALAR DE UYUNI

Esse é um dos locais mais famosos e visitados no país, localizado na parte sudoeste da Bolívia. O Salar é um deserto de sal gigantesco e é o maior do mundo,  um local muito único e que você não vai encontrar algo assim em nenhum outro lugar. Tive que me beliscar várias vezes para acreditar no que os olhos estavam vendo, é uma sensação indescritível estar lá. Muitos e muitos anos atrás a área era um lago gigantesco e quando secou virou essa planície de sal que conhecemos hoje.
Não é recomendável a visita nos meses de chuva (verão) porque pode acontecer de ficar tudo alagado e perigoso para os carros fazerem a travessia.  Mas essa  é a época que se forma um espelho d’água, tornando a paisagem ainda mais interessante, o céu e o deserto viram um só.


  1. LAGUNA COLORADA

Já pensou em visitar um lago com uma cor um tanto quanto... Diferente?  Não é todo dia que a gente se depara com um lago de cor vermelha, não é mesmo? A Laguna Colorada fica também na parte sudoeste da Bolívia, dentro da Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa, perto do Salar de Uyuni e também da fronteira com o Chile.  A cor varia de vermelho claro pra vermelho mais escuro, por conta de sedimentos desse tom e pigmentos de alguns tipos de algas achadas no lago. Fora os milhares de flamingos andinos e chilenos que ficam por ali.
Recomendo muito pegar um tour que tenha opção de dormir em um dos vilarejos próximos ou dentro da reserva, uma experiência única acordar em meio às montanhas e toda aquela beleza do altiplano boliviano.


  1. SOL DE MAÑANA

Sol de Mañana, que também está dentro da Reserva Nacional, é uma atração que não pode deixar de ser vista.  É uma região com constante atividade vulcânica que nos possibilita ver gêiseres e o banho em águas termais. Os gêiseres são fenômenos um pouco raros e você não os encontra assim com facilidade ao redor do mundo. Um gêiser é uma nascente eruptiva que quando chega a uma elevada pressão lança vapor e água quentes pro ar. É perigoso ficar muito perto de um, por isso respeite a sinalização e só fique nas áreas permitidas.
E graças ao aquecimento geotérmico, você pode também se banhar nas águas quentinhas tendo esse visual incrível ao redor. Quando eu fui a temperatura estava abaixo de zero, mesmo sendo verão,  quem aí tem coragem de encarar?


  1. ÁRBOL DE PIEDRA

O nome já diz tudo, é uma árvore em formato de pedra! Essa atração fica no Deserto Siloli, que é considerado um dos desertos mais áridos do mundo, bem na entrada antes de chegar à Reserva Nacional.  A rocha foi esculpida por ventos muito fortes, dá pra acreditar? Essa é uma região que venta muito, muito mesmo, quando você chegar lá vai entender o que eu estou falando.
 Essa rocha é resultado de erosões e conforme foram passando os anos, ela foi ficando nesse formato de árvore. Natureza, como você é incrível, né?


  1. CHACALTAYA

Se você é amante de montanhas assim como eu, não vai querer deixar Chacaltaya de fora do seu roteiro, especialmente porque ela tem mais de 5.300m de altitude.  Ela fica próxima da cidade de La Paz e a subida até lá é muito possível.  Uma coisa que facilita muito é a van que te deixa na base da montanha e por sua conta você termina a subida até o topo. Foi a primeira vez que fiz algo do gênero e te garanto, você não precisa ser super fit. Apesar do desafio, é uma montanha relativamente fácil de se atingir o topo, graças a ajudinha da van.
A montanha é muito alta e se atentem nessa dica aqui, por favor: não subam até lá se você não estiver aclimatado. A Altitude não é brincadeira e se La Paz for seu primeiro destino na Bolívia e você pegar um tour para ir até lá assim que você chegar, você vai passar mal. Eu já estava mochilando há quase 1 mês quando cheguei na cidade e mesmo assim só deixei para ir até lá no meu último dia em La Paz.  A Altitude pegou, mas de leve e consegui aproveitar muito bem o passeio.
E mesmo no verão, prepare-se pra pegar neve por lá!


Quem aí já está planejando uma viagem à Bolívia? Para quem quiser ler com mais detalhes minhas aventuras em solo boliviano, só clicar aqui.

Siga a Taís também nas redes sociais! Facebook e Instagram
ORGANIZE SUA VIAGEM COM OS PARCEIROS DO BLOG
Encontre os melhores hotéis através do Booking.com 
Ganhe desconto na primeira reserva de apartamentos por temporada no Airbnb 
Contrate seu seguro com 15% de desconto na Mondial Assistance (código AFILI2016)
Compare os preços das melhores empresas de seguro viagem na Real Seguros

6 comentários:

  1. Adorei fazer o guest-post, Debora! E que vontade de voltar pra Bolivia e viver tudo isso de novo ♥

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Todos estão maravilhosos e tenho mais uma listona pra acrescentar :) Adorei!

    ResponderExcluir
  3. Imperdíveis esses lugares que indicou mas ainda acrescento o dowhill da "estrada da morte" para Coroico, Cochabamba e seus mercados e Museus, o forte Samaipata, Copacabana (Cotacauana), as minas de Potosi, o carnaval de Oruro... A Bolívia é fantástica.

    ResponderExcluir

Obrigada pelo comentário! Clique em "Notifique-me" se quiser receber a resposta por e-mail!

Siga! @blogfoconomundo