AméricaDestino RBBVDicas

14 Dicas sobre Orlando e como aproveitar melhor os parques

orlandodisney
Orlando é meu lugar favorito no mundo! Não a cidade em si, porque, sinceramente, não conheci quase nada. Mas os parques são tão perfeitos, que não sei explicar. Eu sempre amei parques de diversões, brinquedos radicais, Disney, princesas, magia, Harry Potter… E poder ver tudo isso de perto, como se fosse de verdade (e não é?) é surreal!

É difícil descrever tudo que eu senti quando estive em Orlando, em 2013, foi maravilhoso! Eu sei que quase todo mundo sonha em conhecer a cidade e seus parques, então acho legal compartilhar algumas dicas que a gente acaba descobrindo somente quando chega lá.

E se você já esteve na cidade e tiver mais alguma dica de Orlando para compartilhar com a gente, deixe nos comentários e ajude os próximos leitores 🙂

01. Nem todos os parques são da Disney

Antes de tudo é preciso saber que nem todos os parques são da Disney. A Disney possui quatro parques temáticos (Magic Kingdom, Animal Kingdom, Hollywood Studios e Epcot) e dois parques aquáticos (Blizzard Beach e Typhoon Lagoon).

Os outros dois parques mais famosos são da Universal (Universal Studios e Island of Adventure) e é onde estão os parques do Harry Potter. Além disso, tem o Sea World que é outra empresa e é onde tem os shows com as baleias e golfinhos.

02. Como economizar com ingressos

Os ingressos para os parques não são nada baratos, mas é um investimento que vale muito a pena! Porém, é possível economizar pelo menos um pouquinho com eles.

Quanto mais ingressos você comprar, mais barato fica o valor unitário. Por exemplo, se você comprar um ingresso da Disney ele vai custar mais ou menos 115 dólares. Se você comprar dois ingressos, cada um custará mais ou menos 100 dólares. Se comprar quatro, custará mais ou menos 80 dólares cada.

Então é importante se planejar quando for comprar os ingressos, já sabendo em quais parques vai durante a viagem. Assim você pode comprar todos de uma vez e economizar um pouco.

Mas também é importante ler com atenção as regras dos ingressos. Geralmente, quando comprados juntos, o conjunto de ingressos tem validade de 14 dias a partir do primeiro uso. Então se você for ficar mais tempo do que isso em Orlando, é preciso organizar seu cronograma direitinho para não perder os ingressos.

03. Transporte gratuito para os parques

Todo mundo que se hospeda nos hotéis dos parques tem direito a transporte gratuito dentro do complexo das respectivas empresas. Se está no hotel da Disney, tem ônibus que tem levam aos parques da Disney. Se está na Universal, ônibus te levam até os parques da Universal… 
Mas esse benefício também é oferecido por alguns outros hotéis comuns na cidade, especialmente os que ficam na International Drive e ali por perto. Os horários e os parques são pré-definidos e o ônibus passa em vários hotéis pegando os hóspedes. Geralmente há um que vai para um parque da Disney e outro que vai para o da Universal, em horários diferentes.

Apenas para o Sea World tivemos que pegar táxi, mas isso foi em 2013 e não sei como está agora. De qualquer forma, vale muito a pena para quem não dirige ou para quem quer economizar com aluguel de carro e estacionamento.
Mas se preferir alugar um carro para ter mais liberdade para se locomover na cidade, faça uma cotação pela Rentcars, parceira do blog, e encontre o melhor preço!

04. Como evitar os Bed Bugs

Em Orlando existem uns insetos chamados bed bugs, que são pequenas praguinhas. Em português, bed bugs significa “insetos de cama”, e eles têm esse nome porque se escondem na cama, no colchão, nos lençóis… Durante a noite, enquanto você dorme, ele vai lá e pica seu corpo inteiro.

Eu e meu namorado tivemos problemas com esses bichinhos, mas só descobrimos muito tempo depois. Nosso corpo ficou cheio de caroço e coçando muito, e nós achamos que era alergia de alguma comida ou do sabonete novo, pois não fazíamos ideia da existência desse inseto.

Então, quando chegar no hotel (mesmo que seja um hotel chique ou um resort da Disney) dê uma olhada nas camas e cortinas. Se possível, vá até o Walmart ou uma farmácia e compre um inseticida próprio para bed bugs e jogue no quarto todo, logo no primeiro dia.

Não deixe de fazer um seguro viagem antes de ir para Orlando! É ele que vai te ajudar em qualquer emergência. Infelizmente o risco de ficar doente, se machucar ou ser picado por bed bugs não tira férias com a gente, então é preciso se prevenir para não gastar com hospital no exterior!

05. Mapas dos parques

Todos os parques oferecem mapas em português (e em vários outros idiomas) na entrada. Neles você encontra a localização de todas as atrações, lojas e restaurantes, os locais onde os personagens aparecem para tirar fotos, os horários dos shows, das paradas e dos espetáculos…

06. Como perder menos tempo nas filas

Nos parques da Universal normalmente existem duas filas para as atrações: a fila normal que é pra quem quer ir no mesmo carrinho que os amigos, e o single ride que é para quem está sozinho ou não se importa em ir separado de seus acompanhantes.


Single ride é uma fila infinitamente menor e eles colocam quem está nessa fila para ocupar os espaços vazios antes do carrinho sair. E as vezes você dá sorte de ir junto com seus amigos mesmo assim.

Quando eu fui, a fila da atração do Homem Aranha estava com 2 horas de espera. Eu e meu namorado fomos de single ride, ficamos menos de 15 minutos na fila e conseguimos ir juntos, um do lado do outro.

07. “Furando fila” na Disney

Nos parques da Disney não tem single ride, mas tem fast pass, que é um “passe” com horário marcado para determinada atração, que te permite pegar uma fila bem menor. Você pode agendar o fast pass pela internet, pelo aplicativo da Disney, ou pegar o fast pass no parque em frente às atrações.

A Universal também possui esse sistema de “fura fila”, porém é pago e pode ser usado uma vez em cada atração.

Fast Pass (DICA: Carousel of progress é a pior atração de Orlando!)

08. Chegue cedo aos parques

Se você quer aproveitar os parques ao máximo, já aviso que essa será uma viagem bem cansativa — mas vai ser o melhor cansaço da sua vida! 
O ideal é chegar aos parques antes do horário da abertura e ficar lá até a hora que ele fechar. Chegando cedo você consegue correr para as atrações mais concorridas assim que o parque abrir, aproveitando enquanto as filas ainda estão pequenas.
Além disso, você consegue tirar fotos com menos gente no fundo, dá para assistir os showzinhos de abertura que tem em alguns parques e aproveitar cada segundo de tudo que esses lugares mágicos oferecem!

09. Não perca os shows

Além das atrações — ou os “brinquedos” — os parques temáticos de Orlando tem muito mais a oferecer. Os shows, por exemplo, são incríveis e imperdíveis, na minha opinião. É tudo muito bem feito e muito emocionante.
Se o parque estiver cheio, se programe para chegar com pelo menos 30 minutos de antecedência na fila dos shows, pois as vezes eles lotam antes de abrirem a entrada. Os mais famosos são o do Rei Leão, no Animal Kingdom e A Bela e a Fera, no Hollywood Studios.

Há também os shows de encerramento dos parques que são maravilhosos. Alguns são abertos e outros são dentro de teatros e com espaço limitado. O Fantasmic, também no Hollywood Studios é um dos mais concorridos. Geralmente há mais de uma apresentação por dia, mas ainda assim é bom chegar cedo para garantir seu lugar.

Show A Bela e a Fera no Hollywood Studios

10. Economize com comida e bebida

Passar um dia no parque é sinônimo de: muitas horas andando, muitas horas em pé nas filas, muito sol e muito calor (se você der sorte!). É cansativo, gasta muita energia e você precisa se manter hidratado e bem alimentado para conseguir aproveitar cada segundo.

Mas todo muito sabe que comer e beber dentro dos parques não é nada barato, por isso o ideal é levar alguns lanchinhos com você.

Leve uma garrafinha de água e vá enchendo nos bebedouros dos parques, caso queira economizar. Ou então, nos restaurantes dos parques você pode comprar um copo de algum personagem, que serve como refil e você pode encher de refrigerante sempre que quiser, sem ter que pagar a mais por isso. Também existe um refil de pipoca.

E para comer você pode comprar lanches práticos no mercado e levar na bolsa. Biscoitos, salgadinhos, cupcakes e frutas podem te ajudar a matar a fome durante o dia. Para não pesar no orçamento a gente fazia uma refeição no parque e no resto do tempo comíamos nossos lanches.

11. Cast Members brasileiros

11. Nos períodos de férias, principalmente no fim e comecinho do ano, a Disney sempre tem vários cast members (funcionários) brasileiros. Você vai encontrá-los nas lojas, nas atrações, restaurantes, no meio dos parques e até nos hotéis.

Então, se seu inglês não é muito bom ou se você precisar de ajuda, é só procurar por algum brasileiro. Todo funcionário tem um “crachá” com seu nome, país e quais idiomas ele fala.

12. Economize comprando souvenir no Walmart

A cada loja que a gente entra nos parques, dá vontade de gastar todo o dinheiro comprando souvenirs, pelúcias, roupas e tudo mais. É uma coisa mais linda que a outra, ótimas lembrancinhas de viagens. Porém, esses produtos costumam ser bastante caros!

Uma orelhinha da Minnie, por exemplo, não custa menos de 20 dólares! Os produtos do Harry Potter também são caríssimos, assim como qualquer outra coisa dentro dos parques, tanto da Disney quanto da Universal.

A dica para comprar tudo (ou quase) que quiser, sem deixar seus rins em Orlando, é comprar esses souvenirs no Walmart ou em lojinhas na cidade. Você consegue encontrar praticamente os mesmos produtos que tem nos parques, mas pela metade do preço ou até menos.

13. Guest Relations

Na Disney, em todos os parques, há um local chamado Guest Relations. “Guests” são os visitantes do parque, e esse local tem como objetivo ajudar esses visitantes sempre que possível. Se você precisar de qualquer tipo de ajuda, se perder alguma coisa dentro do parque ou se quiser aqueles bottons comemorativos, corra até lá.

Quando estávamos no Epcot meu namorado perdeu o celular e nós o encontramos no Guest Relations no fim do dia. Uma brasileira que estava trabalhando lá nos ajudou demais!

14. Aproveite cada segundo dessa viagem

14. E por fim, aproveite cada segundo nesse lugar mágico! Esqueça o cansaço, esqueça o pé doendo e curta cada segundo, cada detalhe! Orlando é realmente uma cidade mágica, poder conhecer os parques é uma experiência única e inesquecível.

Eu sempre agradeço muito pela oportunidade que tive de conhecer esse lugar, que é o meu favorito no mundo! Espero voltar em breve e espero que você curta muito sua viagem!

Gostou das dicas de Orlando? Então que tal retribuir essa ajuda reservando sua viagem através dos parceiros do blog? Você não paga nada a mais por isso e ajuda a gente a ter condições de trazer cada vez mais conteúdo para vocês! Hospedagem no Booking, seguro viagem na Real Seguros e aluguel de carro na Rentcars =) É só clicar nesses links e fazer as reservas!

Leia também:

ORGANIZE SUA VIAGEM COM OS PARCEIROS DO BLOG

Encontre os melhores hotéis através do Booking.com 
Ganhe desconto na primeira reserva de apartamentos por temporada no Airbnb 
Compare os preços das melhores empresas de seguro viagem na Real Seguros

0
Débora Resende
Débora Resende

Débora, 22 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele…

1 Comment

Leave a Comment