Escolher um local onde comer em Campos do Jordão pode ser complicado em alguns momentos. Primeiro porque a oferta de restaurantes na cidade é enorme, o que é ótimo, mas pode confundir a cabeça dos indecisos (como eu!). Segundo porque os preços são um tanto quanto salgados, se é que você me entende, e é importante fazer uma boa escolha para não jogar dinheiro fora, né?

Pensando nisso, selecionei os restaurantes em Campos do Jordão onde eu comi, e conto minha experiência e o preço que paguei em cada prato. Tem self-service, hambúrguer, carne, pastel e até chocolate! Anote as dicas e saiba quais são os melhores restaurantes na cidade — e os que não são tão bons assim!

Onde comer em Campos do Jordão?

Cacerola

Apesar de ter sido o último restaurante em Campos do Jordão que conhecemos, decidi colocá-lo em primeiro lugar nesse post porque foi, sem dúvidas, o melhor custo benefício que encontramos. A comida é excelente, ótimo atendimento e o preço é baixo se comparado com o “normal” de Campos.

Ele não fica no centrinho de Capivari, mas em uma das principais avenidas da cidade, onde passamos algumas vezes indo para os pontos turísticos. Voltando do Amantikir, estava procurando um restaurante com self-service e encontrei esse no Google com boas avaliações e no nosso caminho.

Paramos lá para almoçar e escolhemos o self-service a quilo, que custou R$64/kg. Também há a opção de pagar R$29 e comer o quanto quiser. Tinha uma boa variedade, e algumas opções que fugiam um pouco do básico, como nhoque de batata com manjericão, por exemplo. Mas também tinha arroz, feijão, batata frita, lasanha, frango, etc, além de salada.

Depois descobrimos que a noite eles fariam um rodízio de caldos e pizzas por R$29 e tínhamos gostado tanto que decidimos voltar, e valeu muito a pena. O Luiz não quis o rodízio e preferiu pedir uma massa ao molho branco (R$21+6 do molho) que estava bem gostosa — e a porção é enorme!!

Eu me acabei de tanto comer caldo, em especial o de feijão que estava divino! Também tinha canja de galinha, caldo verde e outras três opções que não me lembro, além de um pãozinho feito lá mesmo.

O Cacerola é um restaurante pequeno, e não estava cheio, então o ritmo das pizzas era um pouco lento. Ainda assim, sempre vinham opções variadas. Eu foquei no caldo e acabei comendo só um pedacinho, de frango com catupiry, e gostei bastante. Além disso, comi dois pedaços de chocolate, e AMEI. O recheio parecia chocolate de fondue, sabe? Maravilhoso!

  • Endereço: Avenida Doutor Januário Miraglia, 2594 – Jaguaribe – Campos do Jordão.

Choperia Baden Baden

A Choperia Baden Baden é um dos restaurantes mais famosos de Campos do Jordão, e foi lá onde comemos nossa primeira refeição na cidade. Por ser bem badalado, é comum que tenha fila de espera — principalmente para quem quer sentar na rua.

Fomos na alta temporada (julho) em uma segunda feira por volta das 19h30 e tinha mesas disponíveis dentro do restaurante, mas era preciso colocar o nome na lista de espera para sentar do lado de fora. Para isso é preciso entrar em uma lojinha que fica ao lado da Choperia e subir até o segundo andar.

Cadastramos o telefone e recebemos por SMS um link para acompanhar nossa posição na fila. Éramos o número 5 e não esperamos nem 5 minutos, rapidinho nossa mesa foi liberada. Mas já li relatos de pessoas que ficaram 3 horas na fila em um sábado, então o ideal é chegar cedo e, se possível, evitar os finais de semana.

O cardápio é bem variado, com opções de comida alemã, carnes, pratos vegetarianos, entre outros. Em relação à comida, é boa mas é muito cara.

Nós pedimos um filé mignon empanado e recheado com presunto e queijo, que vinha acompanhado de batata noisete e arroz. Pagamos R$160 pelo prato que servia 2 pessoas, e achamos que veio muito arroz, muita batata e pouca carne — foram 4 filézinhos pequenos. Apesar disso, ficamos satisfeitos e comemos bem, já que os acompanhamentos foram fartos.

O Luiz pediu uma cerveja de trigo (R$27) e gostou muito. Eu pedi um suco de maracujá (R$12) e achei muito ácido. O atendimento foi bom — nada espetacular, mas também nada a reclamar — e o prato demorou uns 40 minutos para chegar.

  • Endereço: Rua Djalma Forjaz, 93 – Capivari – Campos do Jordão.

Vemaguet 67

onde comer em campos do jordão

Procurando por opções de onde comer hambúrguer em Campos do Jordão o Luiz encontrou esse bar/restaurante que fica bem no centrinho de Capivari. Chegamos lá e descobrimos que o cardápio é bem variado, com porções, massas, pizzas, caldos, carnes e outras opções além do hambúrguer.

Ele pediu uma massa ao molho branco com bacon (R$38), gostou e disse que comeria de novo. Eu pedi um hambúrguer (R$36) e, no geral, estava gostoso. Porém, o pão estava super duro e seco, parecia pão “dormido”, sabe? Além disso, pedimos um suco natural que eu achei caríssimo (R$17 – 500ml) e estava um pouco aguado, mas achei ok. Além disso, tivemos que pagar R$10 por pessoa pelo couvert artístico.

O que achei mais legal do restaurante é que ele é todo tematizado de carros, então os nomes dos pratos têm relação com o tema (meu hambúrguer chamava Ultrapassagem e, quando chegou à mesa, o garçom disse que era para tomar cuidado porque essa ultrapassagem era perigosa, rs). Além disso, o uniforme dos garçons é inspirado em macacões de mecânicos/frentistas de posto de gasolina. O atendimento foi ótimo!

Uma coisa que me deixou um pouco chateada foi o fato do suco ter vindo com dois canudinhos. Eles não estavam nem embalados, como é na maioria dos lugares, então nem adiantava falar que não precisava dos canudos, porque provavelmente iriam para o lixo. Já faz um tempinho que não uso canudinho e estou tentando usar menos plástico no meu dia a dia e, sei que pode parecer bobeira para muitas pessoas, mas situações assim me incomodam um pouco.

Tirando o suco, achei os pratos do Vemaguet 67 com preços bem aceitáveis em relação ao padrão de Campos do Jordão. Pela experiência geral, acho que eu daria nota 6 para o restaurante, mas é um local que eu voltaria um dia (não nessa viagem) para experimentar outros pratos que me interessaram.

  • Endereço: Rua Djalma Forjaz, 140 – Capivari – Campos do Jordão.

A Bigorna

Paramos nesse restaurante totalmente por acaso enquanto íamos para o teleférico do Morro do Elefante. Estava na hora do almoço, eu queria comer “comida de verdade”, o cheiro estava bom e nós entramos. É um restaurante pequeno, com self-service com churrasco.

Eles oferecem opções de cobrança no quilo ou um valor fechado para comer à vontade. Para comer à vontade, o valor era R$48 por pessoa, mas eles estavam com uma “promoção” que se o casal optasse por comer livremente cada um pagaria “apenas” R$28. No quilo era R$67 e eu achei muito caro pelo que o restaurante oferecia, mas ainda assim essa opção foi a que valeu mais a pena para a gente.

A comida era bem gostosa, assim como o churrasco, mas tudo era muito simples para custar R$67 o quilo. Não tinham muitas opções no self-service e as carnes disponíveis eram apenas maminha, alcatra e cupim. A melhor variedade era no buffet de saladas. Em BH (onde moro), um restaurante no mesmo nível não passaria muito de R$30/kg.

Ainda assim, achei que essa é uma boa opção de onde comer em Campos do Jordão e que valeu a pena comer nesse restaurante. Campos do Jordão é uma cidade muito cara e essa foi uma das nossas refeições mais baratas.

  • Endereço: R. Eng. Diogo José de Carvalho, 75 – Capivari – Campos do Jordão.

Mônaco

Estávamos chegando no centrinho de Capivari e recebemos um panfleto na porta desse restaurante, com preços bem convidativos. Decidimos jantar lá uma noite e pedimos uma parmegiana (R$32,90 individual). Estava bem gostoso e a porção é muito bem servida para uma pessoa, já que, além do filé, vem arroz e batata frita de acompanhamento. Também pedi um suco de morango que estava muito doce, mas eu sou uma formiga e gostei.

Nesse restaurante há bastante opções de porções, além de sequência de fondue — que era o que a maioria das pessoas estava comendo. O local é bem pequeno e um pouco apertado, mas nada que incomodasse. Havia um cantor tocando ao vivo e o couvert foi R$7. O atendimento foi bom e, no geral, tivemos uma boa experiência.

  • Endereço: Rua Djalma Forjaz, 221 – J Elizabete, Campos do Jordão.

Pastelão do Maluf

O pastelão do Maluf é muito famoso em Campos do Jordão, e todo mundo que vai lá indica o local. Nós amamos pastel, então queríamos muito experimentar! Em um primeiro momento eu levei um susto, já que o sabor mais barato custa mais de R$20 e alguns passam de R$40. Mas os pastéis de lá têm 32 cm, o que é suficiente para dividir entre duas pessoas em um lanche, ou pode substituir o almoço.

É preciso fazer o pedido no caixa e depois buscar no balcão quando chamarem sua senha. Nosso pedido demorou quase 30 minutos para ficar pronto, acredito que possa ser porque pedimos para tirar um ingrediente do recheio — apesar deles falarem que o pastel é montado e frito na hora. Éramos o número 108, mas só fomos chamados depois do 121 (as senhas são entregues na ordem de compra)

O pastel é realmente muito gostoso, bem recheado e a massa é gostosa, crocante e sequinha. Eu só achei que o recheio vem mal distribuído. Pedi um de frango com milho (frango, milho, azeitona, tomate e salsa). Veio bastante frango, uma boa quantidade de milho — mas só no cantinho —, UMA azeitona inteira no meio do pastel e uma rodela de tomate também no meio; a salsa eu pedi para tirar.

Eles também fazem pastéis doces e porções. Um ponto negativo, na minha opinião, é que só aceitam dinheiro e cartão de débito.

  • Endereço: Av. Macedo Soares, 134 – Capivari, Campos do Jordão.

Toco Chocolates

Campos do Jordão é um destino incrível para os chocólatras. Existem diversas chocolaterias na cidade, e eu decidi indicar minha favorita porque, com tantas opções, fica um pouco difícil escolher. Na minha opinião, a Toco Chocolates é a melhor opção para comer chocolate em Campos do Jordão.

No primeiro dia eu entrei em duas lojas e vi que o preço dos chocolates era quase 20 reais cada 100 gramas. Comprei em uma delas e confesso que não achei nada demais. No dia seguinte passei em frente à Toco Chocolates no Capivari e vi uma placa que dizia “Chocolate R$8 cada 100 gramas” (no dinheiro). Entrei um pouco desconfiada porque estava menos da metade do preço das outras, mas decidi experimentar.

Comprei algumas trufas e não gostei muito, mas adorei as barrinhas de chocolate. Elas têm diversos sabores, como cookies, amêndoas, crocante, ovomaltine, entre outros. 100 gramas são aproximadamente 3 barrinhas.

Depois, indo para o Palácio Boa Vista, passamos em frente à fábrica da marca e vi que lá estava ainda mais barato, 6 reais por 100 gramas. Como era no caminho de ir embora, no último dia passamos lá para comprar umas lembrancinhas e eu quase enlouqueci. Além de ser mais barato, nessa loja tinham muito mais opções que na do Capivari.

Tinha barrinhas de mousse de chocolate, de leite ninho, de morango, nozes e várias outras. Eu gostei demais e acho que vale muito a pena! Minhas favoritas são a de cookies e a de mousse de chocolate.

  • Endereço: O endereço da fábrica é Av. Frei Orestes Girardi, 2659 (quase em frente ao Cacerola, primeiro restaurante desse post).

Esses foram os restaurantes que escolhi para comer em Campos do Jordão e, no geral, acho que são boas opções para incluir em seu roteiro. Agora que você já sabe onde comer na cidade, deixe um comentário e me conte qual deles chamou mais a sua atenção!


Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

Escreva um comentário