Muita gente não sabe, mas o blog se chama “Foco” no Mundo porque meu objetivo inicial era falar sobre viagens e também sobre fotografia. Porém, o segundo assunto quase não foi abordado por aqui em dois anos e meio de blog — mas prometo que agora isso vai mudar! Eu sou apaixonada por fotografia e minhas melhores lembranças de qualquer viagem são as fotos, então preciso compartilhar um pouco dessa paixão com vocês! Escolher a câmera para viagem não é uma tarefa muito fácil, já que todas têm vantagens e desvantagens muito importantes de se considerar.

É preciso ter uma câmera antes de saber como fazer boas fotos, quais os melhores ângulos e como registrar todos os momentos de sua viagem, não é mesmo? Por isso, o primeiro assunto dessa série de posts não poderia ser outro! Vou te contar quais são os pontos positivos e os negativos de cada opção de câmera para viagem. Veja só:

Qual a melhor câmera para viagem?

Câmera compacta

Se puder investir em uma boa câmera compacta, acho que essa é uma das melhores opções de câmera para viagem. Isso porque elas são pequenas e muito fáceis de carregar em qualquer lugar. O único problema é que as mais baratas podem deixar muito a desejar, mas há diversas opções que custam um pouco mais e oferecem uma qualidade incrível de fotos e vídeos.

Outro problema é que elas limitam muito o fotógrafo, então se você realmente gosta de fotografar, com essa câmera vai sentir falta dos ajustes manuais e outras possibilidades que as outras menos básicas oferecem. Mas para quem não sabe usar uma câmera mais avançada e quer apenas registrar os momentos mais legais da viagem, essa é perfeita.

Câmera DSLR

camera-para-viagem
Foto: Felipe Luiz | Pexels

As câmeras DSLR são aquelas que possibilitam a troca de lentes. Elas são conhecidas por muita gente como câmeras profissionais, mas a verdade é que existem diversos “níveis” de DSLR, inclusive as mas básicas para quem está iniciando ou tem isso apenas como um hobby.

É o meu tipo de câmera preferido! Gosto de fotografar no manual e explorar tudo que ela tem a oferecer. Tenho uma DSLR bem básica — e até bem antiga —, a T3i da Canon, que até hoje me atende perfeitamente. A qualidade das fotos é incrível (se você souber como usar, obviamente)! Se você não sabe e nem pretende aprender a usar os ajustes da câmera, acho que não vale muito a pena ter uma dessas.

Apesar de amar minha DSLR, ela tem uma grande desvantagem que me desanima muito a levá-la em algumas viagens: seu tamanho e peso. Sozinha ela já ocupa muito espaço, aí você junta o kit de lentes, carregador e outros acessórios e praticamente precisa de uma mala só para ela. Isso sem falar que fica tudo muito pesado e, depois de algumas horas caminhando e turistando com uma câmera no pescoço, o cansaço chega muito mais rápido.

Câmera de ação

camera-para-viagem
Foto: Gabriela Palai | Pexels

Câmeras de ação, câmeras esportivas ou câmeras à prova d’água. Estes são alguns dos nomes que essas pequenininhas recebem. A famosa GoPro e outras marcas mais acessíveis estão se popularizando cada vez mais, e há várias razões para isso.

Elas são pequenas e leves, dá para levar até no bolso se você não tiver uma bolsa ou mochila. A lente grande angular faz com que ela pegue uma parte muito grande da paisagem, o que é perfeito para fotos de viagens. Além disso, é só colocar uma capinha de plástico própria para isso, que elas se transformam em câmeras à prova d’água. Também é perfeita para quem pratica esportes, pois seus acessórios permitem que ela seja fixada na cabeça, na bike, prancha e em diversos outros lugares.

A desvantagem, na minha opinião, é o preço. A GoPro é bem melhor que qualquer outra marca de câmera de ação existente, porém ela custa um pouco caro. As opções mais acessíveis possuem qualidade proporcional a seu preço. Eu tenho uma da marca ONN, que quebra um galho e é bem divertida para usar na água, mas é cheia de defeitinhos e as fotos não ficam tão boas. Mas custou cerca de R$ 200, enquanto uma GoPro passa (e muito) a casa dos R$ 1.000.

Se você tem uma câmera de ação dessas mais baratinhas e que tenha uma boa qualidade, deixa um comentário e conta pra gente qual a marca e o modelo =)

Câmera superzoom

As câmeras superzoom também são conhecidas como “semiprofissionais”, apesar deste ser um pequeno equívoco. Elas são semelhantes às câmeras compactas, porém suas lentes são um pouco melhores e possuem bastante zoom. Não são tão leves e práticas como as compactas, mas são menores e mais fáceis de carregar que as DSLR. Elas costumam ter uma qualidade muito boa de imagens, e até alguns ajustes manuais. Além disso, pelo fato de ser possível aproximar muito as imagens, são ótimas opções para viagens.

Acho que são ótimas opções para quem quer algo não tão básico como uma câmera compacta, mas que ainda não está pronto (ou não quer carregar o peso) para ter uma DSLR. A única desvantagem é não poder trocar a lente, mas ainda assim acho que vale muito a pena. Eu comecei com uma dessa e foi incrível!

Câmera do celular

camera para viagem
Foto: Kaique Rocha | Pexels

A principal vantagem da câmera do celular é a praticidade. Ele com certeza já estará com você durante toda a viagem, então não é necessário carregar nenhum outro equipamento. Além disso, é bem mais fácil compartilhar nas redes sociais as fotos que já estão em seu telefone. Vejo que muita gente está apostando em aparelhos com câmeras de melhor qualidade, justamente com esse objetivo. Porém, eu acho que para chegar perto da qualidade das fotos de uma câmera “de verdade”, somente os celulares caríssimos.

Por isso, eu acho que não vale muito a pena. Já viajei apenas com o celular e me arrependi horrores quando vi as fotos das outras pessoas que foram feitas com câmeras digitais. E olha que eu havia acabado de comprar um celular um pouco mais caro justamente por causa da câmera.

Além da qualidade não ser a mesma, outras desvantagens de usar o celular para fotografar suas viagens são o fato de ocupar a memória do aparelho e de consumir ainda mais a bateria. Aí você corre o risco de chegar no meio do dia sem bateria, ou no meio da viagem tendo que apagar todos os seus aplicativos para poder fotografar mais.

Mas se você tiver um celular muito bom, com uma câmera excelente, memória quase infinita e um bom carregador portátil, com certeza essa é a opção mais prática da lista!

A melhor câmera para viagem vai depender de seus objetivos, de seu orçamento e conhecimento em fotografia. O importante é registrar ao máximo e dá melhor maneira possível todos os melhores momentos de cada viagem que fizer! Se gostou desse conteúdo, deixa um comentário e me conta quais outros assuntos relacionados a fotografia você gostaria de ver por aqui? <3


Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

2 Comentários

  1. Maíra Silveira Responder

    Adorei o post Débora! Sempre to pesquisando posts e informações sobre câmeras, ainda fico triste com a questão do peso, mas quem sabe um dia isso se resolve né? Eu curto as mirrorless! Mas elas custam um carro…Infelizmente…

    • Débora Resende Responder

      Meu sonho DSLR levinhas, rs. Acredita que nunca usei uma mirrorless? Realmente são muito caras :/

Escreva um comentário