fbpx

Em 2013 eu tive a oportunidade de fazer meu primeiro intercâmbio e fui estudar inglês nos Estados Unidos. Meu curso durou apenas 4 semanas, e desde que eu voltei, a pergunta que mais ouço é: “Vale a pena fazer intercâmbio de 1 mês?”. Muita gente acredita que não é tempo suficiente para aprender ou que é dinheiro jogado fora, mas eu sempre digo que se é o tempo que você tem, é o tempo que você deve ficar. Um intercâmbio sempre vale a pena!

É claro que quanto mais tempo puder ficar, melhor será para você. Tanto no aprendizado do idioma quanto em relação às experiências que viverá por lá. Mas muita gente só pode ficar 1 mês, seja porque é o tempo que consegue pagar ou mesmo porque é o único tempo disponível no ano. Se é o seu caso, veja como foi minha experiência e meus aprendizados durante o mês que passei fora.

É possível aprender inglês em um intercâmbio de 1 mês?

Seja, inglês, ou qualquer outro idioma, é claro que você não vai voltar para casa fluente depois de estudar por 4 semanas, a menos que você já tenha um nível muito bom. Mas com certeza o seu nível vai melhorar muito mais em um mês estudando fora do que em seis estudando no Brasil. 

A evolução do meu inglês no intercâmbio

Eu nunca fiz cursinho no Brasil, tudo que eu aprendi foi na escola, em poucas aulas particulares e estudando sozinha. Eu conseguia ler e falar um pouco, mas era péssima para entender as pessoas falando.

Quando você chega na escola de idioma no exterior, você faz um teste para definir seu nível e vai para uma turma onde todo mundo tem o mesmo nível que você. Eu fiquei no Low Intermediate, que é um nível entre o básico e o intermediário. Tenho certeza que se eu tivesse feito outro teste no meu último dia de aula eu teria subido pelo menos dois níveis (mas ainda não chegaria ao avançado).

Na minha primeira semana nos Estados Unidos eu não conseguia conversar com minha host family, não conseguia ir em nenhuma loja sozinha e nem pedir um lanche em um fast food. Além da dificuldade para entender, eu tinha muita vergonha de falar alguma coisa errada. Na última semana eu já batia papo com a host family e até pedia para tirar a cebola do meu sanduíche no fast food. Além de ter aprendido muito, eu percebi que não tinha problema nenhum se eu falasse alguma coisa errada, as pessoas me entenderiam mesmo assim.

Estudar inglês no exterior X Estudar inglês no Brasil

Mas por que 4 semanas estudando no exterior valem mais que 6 meses (ou mais) estudando no Brasil? Porque no exterior você vai estar 24 horas por dia em contato com o idioma, seja em casa, na escola, na rua, na TV, e em qualquer outro lugar.

Além disso você vai estudar no mínimo 20 horas por semana, enquanto no Brasil o normal dos cursinhos são 2 horas por semana. Você vai ter contato com pessoas do mundo inteiro, com vários sotaques diferentes e isso vai fazer com que você tenha mais facilidade em entender qualquer pessoa. Além disso você vai conhecer pessoas nativas que falam inglês desde sempre e vai aprender gírias e expressões mais usadas, porque sinceramente, ninguém fala inglês do jeito que a gente aprende aqui no Brasil.

Lembro da primeira vez que fui conversar com meu “irmão” americano, ele me perguntou “How are you?” e eu respondi “I’m fine, thank you! How are you?”. É isso que a gente aprende na primeira aula de inglês, não é? Ele me olhou com uma cara estranha como se eu tivesse falando outra língua e respondeu “I’m good!” . Depois eu percebi que todo mundo responde assim — pelo menos na cidade em que eu morei — e não da forma que a gente aprende aqui nos cursinho de inglês.

Outras vantagens de fazer intercâmbio por um mês

Seu objetivo principal é passar um tempo fora para aprender ou melhorar o inglês, ou qualquer outro idioma. Mas todo mundo sabe que um intercâmbio vai muito além disso. Seja em um mês ou em um ano, as experiências que você viverá vão te marcar pelo resto da vida.

Se um mês é o tempo que você tem, aproveite cada segundo para conhecer a cultura do país, para conversar com sua host family ou com os colegas de escola, para experimentar as comidas típicas, visitar lugares que os moradores locais frequentam… O importante é você se entregar de corpo e alma para seu intercâmbio e curtir ao máximo durante o tempo disponível.

Pense no seu intercâmbio como uma oportunidade de um mês de imersão no inglês, um mês conhecendo pessoas novas, um mês em um lugar diferente, talvez em outro clima… Um mês fora de sua zona de conforto. Pode ter certeza de que será um dos meses mais intensos na sua vida, de muito aprendizado e amadurecimento.
Intercambio de 1 mes

Você também vai conhecer muita gente do mundo inteiro, aprender muito sobre eles e abrir sua cabeça. No meu intercâmbio eu conheci muita gente da Arábia Saudita, aprendi muito sobre a cultura deles, sobre a religião muçulmana e perdi muitos preconceitos que eu tinha.

Dicas para aproveitar ao máximo um intercâmbio de 1 mês

Como vocês podem imaginar, um mês passa super rápido! Você pisca e já está na hora de fazer as malas e ir embora. Por isso, o mais importante é nunca deixar para mais tarde o que você pode fazer neste momento. Muita gente pensa que “vou ficar um mês aqui, terei tempo de fazer isso depois”, mas depois você vai querer fazer muitas outras coisas e o tempo será curto.

E ao mesmo tempo que você quer aproveitar cada momento com seus amigos e tudo que a cidade tem a oferecer, você sabe que precisa estudar para alcançar seu objetivo principal, que é aprender um idioma. Como dar conta de tudo ao mesmo tempo? Veja as dicas:

Escolha ficar com uma host family

Quando você for contratar seu pacote de intercâmbio com uma agência, eles lhe oferecerão alguns opções de acomodação. Você pode ficar em casa de família, dormitório estudantil ou até alugar um local por conta própria.

Confesso que eu queria ficar em dormitório estudantil para ter mais “liberdade”, mas não havia mais quartos disponíveis na cidade que eu escolhi. Minhas opções eram ficar em casa de família ou escolher outra cidade. Escolhi a host family, foi maravilhoso e é a opção que eu recomendo para todo mundo que vai ficar por pouco tempo.

Você terá a oportunidade de conversar em inglês todos os dias com pessoas nativas, mesmo fora da escola. Você pode, inconscientemente, tentar fugir de diálogos na rua, nas lojas, nos restaurantes, mas é impossível fugir deles dentro de casa. Isso é ótimo, pois serão mais oportunidades para treinar e para aprender muito!

Faça amigos estrangeiros

Nós, brasileiros, temos mania de grudar em outros brasileiros quando viajamos para o exterior. Talvez porque alguns estrangeiros são mais frios e nós gostamos de pessoas calorosas, pela identificação da cultura ou pelo conforto de poder falar português com alguém, brasileiro atrai brasileiro.

Mas se você fizer amizade com pessoas que falam português, vocês vão perder muitas chances de praticar o inglês durante o intercâmbio. E não adianta combinar de falar somente inglês com seu amigo do Brasil, porque isso é praticamente impossível.

Aproveite que você estará em uma escola cheia de gente do mundo inteiro e tente fazer amizade com pessoas de outros países. Dessa forma, além de conhecer outras culturas e pessoas completamente diferentes de você, sua única opção será falar inglês. Você vai melhorar muito sua fala e seu entendimento, principalmente porque estará conversando com pessoas de sotaques diferentes. Não perca essa oportunidade!

Fique pouco tempo dentro de casa

Um dos meus maiores arrependimentos do intercâmbio foi ter passado muito tempo dentro de casa. O inverno estava muito rigoroso e fazia frio demais lá fora, então eu queria ficar em lugares quentinhos, que eram minha casa e a escola. Acreditam que passei a virada de ano deitada, debaixo das cobertas? Tudo para fugir do frio!

Não cometa o mesmo erro e aproveitem ao máximo o que a cidade tem a oferecer. Visite suas atrações, seus pontos turísticos, lojas, praças, restaurantes… Além de fazer parte da experiência do intercâmbio e da delícia de conhecer um destino diferente, isso será excelente para o seu inglês.

intercâmbio de 1 mês nos estados unidos
Eu e o Rocky Balboa hahaha

Visite museus e outras atrações culturais

Visitar museus e atrações do tipo é ótimo para conhecer um pouco mais da cidade em que está morando e também para treinar o inglês. Escolha lugares que tenham a ver com a cultura ou a história do país que você escolheu para ser o destino de seu intercâmbio, e aproveite a chance de conhecê-lo um pouco mais. E, geralmente, nesses locais você terá que ler e ouvir muita coisa, perfeito para praticar o idioma, né?

Aproveite tudo que a escola pode te oferecer

As escolas de idiomas para estrangeiros geralmente oferecem uma estrutura muito boa para seus alunos. Além das aulas normais, que foram contratadas por você, elas costumam oferecer aulas especiais, viagens, passeios e eventos extracurriculares. Na minha escola, por exemplo, tinham aulas que eram de assistir filmes, outras de visitar atrações da cidade acompanhados de um professor…

Além disso, eles organizavam viagens para cidades próximas (que no caso eram Nova York e Washington DC!), noites de leituras, de música, de comidas típicas, de cerveja para os maiores de 21, de cinema, de esportes… Eu fui em um jogo de basquete do time da cidade e foi muito divertido, já que é um esporte tão popular nos Estados Unidos.

Aproveite ao máximo esses eventos! Você fará novas amizades, aprenderá muito, conhecerá diferentes culturas e isso vai ajudar muito a melhorar seu inglês durante seu intercâmbio de 1 mês. É pouco tempo, mas se souber aproveitar será realmente muito proveitoso!

Acho que deu para perceber que eu acho que um intercâmbio de 1 mês vale a pena sim, né? Vale demais! Essa foi uma das melhores experiências da minha vida e eu recomendo para todo mundo. Tanto recomendo que fiz de novo, e dois anos depois passei um mês e meio fazendo intercâmbio na Sérvia e também foi incrível! Agora eu quero saber de você, qual a sua opinião sobre o assunto? Deixe um comentário =)


Vai viajar? Faça suas reservas com nossos parceiros!

Fazendo suas reservas com as empresas parceiras, você não paga nada a mais por isso e ajuda o blog a se manter, pois a cada venda nós ganhamos uma pequena comissão. Dessa forma, podemos continuar produzindo conteúdo gratuito e te ajudando a viajar mais e mais! Só indicamos empresas de nossa confiança!
 
Author

Débora, 24 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele...

14 Comentários

  1. Super concordo com o disse, apesar de 1 mês não ser suficiente para voltar fluente, é o equivalente a um semestre estudando no Brasil. Experiência de uma professora de inglês hehe que já morou durante 2 anos nos EUA. Ano passado fiz algo parecido, mas para estudar espanhol em Buenos Aires. Não voltei fluente, mas e experiência que adquiri não tem preço. Voltei com uma bagagem de conhecimento que vão além do idioma 😉

    Abraços

  2. Que legal saber da sua experiencia. Também sou dessas que acha que não importa quanto o tempo, um intercambio sempre é bom. Seja pra passar um tempo viajando e aprendo mais do cotidiano local, sempre existirá um aprendizado e algo a se tirar proveito da experiencia.
    🙂

    • Débora Resende Responder

      Com certeza! Muitas vezes o aprendizado pessoal é o que mais vale, né?

  3. Eu concordo que vale a pena demais! Eu não tive oportunidade de fazer intercâmbio, mas lembro que o quando um americano ficou um mês no meu trabalho, foi o período que mais aprendi inglês, porque conversávamos o tempo todo. Essa necessidade é ótima pra melhorar em qualquer língua. 🙂

  4. angela sant anna Responder

    1 mes acho muito valido, ja ajuda dar aquela “liberada” na lingua sem falar que aprende muita coisa, se vira sozinho, perde a vergonha de pedir informações e faz novos amigos! 2 semanas acho pouco, mas 4 é perfeito!

    • Débora Resende Responder

      Também acho que 2 semanas não vale tanto o investimento, mas 4 valeu demais =D

  5. Aline Laudelina L dos S Pires Responder

    Nunca fiz intercâmbio, mas acredito que qualquer período de imersão já é muito mais do que aprendemos em escola (normal) e lendo o seu post vejo que meu pensamento está correto. Meus filhos estudam em escola bilíngue e penso em um dia poder “mandá-los” fazer intercâmbio, a própria escola faz no meio do ano 😉

    • Débora Resende Responder

      Que incrível essa oportunidade dos seus filhos! Manda eles para um intercâmbio sim, vai ser maravilhoso =)

  6. Gisele Prosdocimi Responder

    Oi, Débora, acabei praticamente de voltar de um intercâmbio de um mês em Toronto, no Canadá. Aproveitei muito, mas como você disse, o clima pode impedir de aproveitarmos ao máximo. O frio congelante do outono canadense me fez adiar conhecer algumas atrações em Toronto que no final acabei não conhecendo, porque adoeci na última semana. Mas viajei em todos os fins de semana pela escola e aproveitei muito mesmo assim, apesar do frio intenso.
    Amei seu post, penso exatamente como você, super indico um intercâmbio no exterior, mesmo que seja por um mês ou o tempo que a pessoa tiver disponível. O aprendizado não é só da língua, é uma experiência em tempo integral e para o resto da vida. Beijos.

    • Olá Gisele, tenho o mesmo interesse em fazer 1 mês no Canadá, poderia me passar algumas dicas de escola etc?
      Grato.

      • Débora Resende Responder

        Oi, Eduardo! A Gisele tem um blog que se chama Destinos por onde andei. Dá uma olhada lá se quiser entrar em contato com ela 🙂

    • Débora Resende Responder

      Que bom que você aproveitou muito seu intercâmbio, Gi! Mas o bom de não ter feito todas as atrações é que agora você tem uma desculpa para voltar (e matar a saudade! rs).

Escreva um comentário