BrasilGeral

Praias em Florianópolis: saiba quais são as melhores

praias em floripa

Se você está planejando uma viagem para Floripa, tenho certeza que seu principal interesse são as fantásticas praias da Ilha da Magia. O turismo na cidade acontece quase exclusivamente no verão, quando muitos brasileiros e argentinos vão curtir as várias e várias praias em Florianópolis.

A capital catarinense possui mais de 40 praias e, com tanta opção, acaba sendo difícil escolher quais colocar no roteiro — já que é impossível conhecer todas elas em apenas uma viagem curta. Como saber quais são as melhores e, ainda mais importante, como saber quais são uma verdadeira furada? Para te ajudar, vou compartilhar minha experiência com as praias em Florianópolis. Veja só:

Como se locomover para as praias em Florianópolis?

Como a ilha é muito grande e as melhores praias em Florianópolis estão bem espalhadas pelo mapa, independente de onde você se hospedar, você vai acabar tendo que se deslocar bastante para conhecê-las. Por isso, a melhor opção é alugar um carro, assim você terá mais liberdade e praticidade para andar pela ilha. O trânsito fica cheio em alguns momentos, mas é só fugir dos horários de pico e fica tudo certo.

Nós alugamos sempre pela Rentcars, que é parceira do blog e eu recomendo muito! O melhor é que você já pode pegar o carro no aeroporto e não depender de táxi ou uber para chegar em sua hospedagem. Também é ótimo para quem quiser visitar praias mais distantes, como Balneário Camboriú ou Bombinhas.

Se preferir um meio de transporte mais econômico, me pareceu bem tranquilo andar de ônibus por lá. Apesar de não vê-los com muita frequência, vi linhas de ônibus em quase todas as praias que fomos.

Praias no Norte da Ilha

Canasvieiras

Eu me hospedei em Canasvieiras, então acabei indo mais vezes para essa praia. Ela é bem gostosa, o mar é supertranquilo em uma parte e um pouco mais agitado em outra, mas não chega a ter grandes ondas. Por ter uma faixa de areia mais curta, tive a impressão que ela estava sempre mais lotada que as outras.

canasvieiras-praias-em-florianopolis

É uma ótima opção para quem gosta de movimento, vendedores ambulantes, música e praia cheia. Você verá muita gente alugando cadeiras e guarda-sóis, mas algumas barracas oferecem gratuitamente se você consumir por lá, geralmente sem valor mínimo. Também é de Canasvieiras onde saem os passeios nos barcos piratas, que custam cerca de R$80 por pessoa.

E, além da praia, a região de Canasvieiras é muito boa em relação a comércio, restaurantes, vida noturna e tudo mais. O movimento por lá começa cedo e só termina quase na hora de começar de novo. É uma das regiões preferidas dos argentinos e latinos de outras nacionalidades, então você vai encontrar muita gente falando espanhol, restaurantes com comida argentina e pode até aproveitar para treinar um pouco o idioma.

Jurerê Internacional

Acredito que Jurerê Internacional seja uma das praias em Florianópolis mais famosas. Eu achei a praia bem parecida com Canasvieiras, com a diferença que a faixa de areia é mais larga. Porém, foi bem difícil encontrar um lugar que não cobrasse pelas cadeiras e guarda-sóis e fomos parar bem no fim da praia, onde o movimento é bem menor e o comércio é bem limitado.

jurere-internacional-praias-em-florianopolis

Quando estávamos indo embora, vi que o meio da praia estava totalmente lotado, muita gente, música, vendedores ambulantes, promoters de festa, etc. Apesar de tanto “agito”, o mar é bem calminho, praticamente sem ondas e a temperatura da água é muito agradável.

O que me chamou atenção mesmo foi o bairro: mansões chiquérrimas com a porta de frente para a rua, sem muros ou cercas, além de vários carrões nas ruas. Não vi uma pichação, um buraco no asfalto ou um lixo no chão. É o famoso (e triste) “nem parece que estamos no Brasil”. E, de verdade, o estilo do bairro me lembrou muito a cidade que eu morei nos Estados Unidos, só que muito mais chique e rica.

Praia do Forte

Alerta furada! Na verdade essa praia está na lista apenas porque preciso fazer um alerta: o acesso à Praia do Forte de carro é péssimo! Nós decidimos ir até lá porque ela fica bem perto de Jurerê Internacional, mas nos arrependemos muito e, com muita dificuldade, demos meia volta na metade do caminho e fomos embora.

O acesso à praia é feito por uma rua de mão dupla, que mal cabe dois carros e ainda é preciso dividir espaço com os pedestres. São várias subidas e descidas, a visibilidade é péssima e, para piorar, estava cheio de areia e fazendo os carros escorregarem. Chegava em determinado local e todo mundo desistia, e para voltar era muito difícil. Também não sei se ir andando é uma boa opção, pois é preciso passar pelo mesmo caminho, no meio dos carros, subindo e descendo morros enormes.

Não sei se a praia é boa ou bonita, mas acho que não vale a pena o transtorno com tantas praias incríveis em Floripa. A única opção que pode ser interessante por lá é a Fortaleza de São José, mas é possível acessá-la por uma trilha que sai do fim da praia de Jurerê Internacional.

Praias no Leste da Ilha

Praia da Joaquina

praias-em-florianopolis-joaquina

A Praia da Joaquina é uma das mais famosas de Florianópolis, e uma das mais legais, na minha opinião. A praia é muito bonita, bem ampla, a cor do mar é linda, há umas pedras bem legais para fotografar ou apenas ficar sentado lá admirando a paisagem. Além disso, há várias dunas e a possibilidade de alugar uma prancha de sandboard. O mar é muito gelado, um pouco mais agitado e algumas partes são sinalizadas como perigosas.

Tentamos ir lá no domingo, mas saímos do norte da ilha mais de 10h da manhã e o trânsito estava péssimo perto da Lagoa da Conceição, então acabamos mudando de ideia. Na segunda feira acordamos supercedo e chegamos na praia 9h. O dia estava meio nublado e não havia quase ninguém por lá, só começou a encher perto das 11h. Então, eu recomendo que você vá cedo se não quiser ficar parado no trânsito, mas não precisa madrugar!

Para chegar na Praia da Joaquina você vai passar pela Lagoa da Conceição, um dos cartões postais de Floripa. É um lugar bem tranquilo, a água é adequada para banho e muita gente vai curtir o dia lá, praticando esportes na água ou só relaxando mesmo. Também há vários restaurantes na orla da lagoa e parece um lugar bem agradável para passar um tempinho.

Praia do Campeche

Eu não consegui conhecer a Praia do Campeche, mas ela parece ser uma das mais legais da ilha. Pedi para minha amiga Alyssa Prado, que também é blogueira e mora em Floripa, para falar sobre essa que é uma das praias que ela mais frequenta.

Ela disse que é uma praia que provavelmente vai agradar a maioria das pessoas, pois não é muito agitada mas também não está entre as mais tranquilas da ilha. Por ser mais no sul, a água costuma ser bem gelada! O acesso não é dos melhores, pois é uma via de mão única e na alta temporada o trânsito pode ficar muito carregado, então é bom chegar cedo.

Estando na Praia do Campeche você pode ir conhecer a Ilha do Campeche em um passeio de barco ou, se tiver experiência, nadando mesmo. Você ainda pode conhecer a Via Gastronômica do Campeche, que fica próxima da praia e tem bastante coisa diferente para comer.

Barra da Lagoa

Um dos passeios que eu queria ter feito e não consegui foi até as Piscinas Naturais da Barra da Lagoa. Uma amiga me indicou, eu vi algumas fotos e fiquei completamente apaixonada! É um lugar maravilhoso que parece uma ilha paradisíaca, com água turquesa e sem aquela muvuca das praias mais populares.

Para chegar às piscinas naturais  é preciso fazer uma pequena trilha, mas parece que vale muito a pena! Escolha um dia bem bonito e ensolarado para esse passeio. No blog Deixa de Frescura você pode ler um pouco mais sobre as Piscinas Naturais da Barra da Lagoa.

Praias no Sul da Ilha

Praia do Matadeiro

praias-em-florianopolis-matadeiro

Decidimos ir à Praia do Matadeiro por indicação de uma vendedora de biquínis, que nos disse que essa é uma das praias mais bonitas de Florianópolis. Infelizmente, o dia que passamos lá estava bem nublado, então acabou ofuscando um pouco da beleza do lugar. Mas essa foi uma das paisagens mais lindas que vi durante toda a viagem porque há um mirante com uma vista maravilhosa: de um lado a praia da Armação, do outro a praia do Matadeiro e atrás o mar e toda sua imensidão. Isso sem falar nas montanhas que cercam as duas praias, lindo demais.

O acesso à Praia do Matadeiro é tranquilo, mas só é possível a pé. Se estiver de carro, estacione nos arredores da praia da Armação, atravesse a ponte para ir até o mirante, depois volte, atravesse o rio e pegue a trilha para chegar na praia. Não sei nem se eu posso chamar de trilha, de tão curtinha e tranquila que ela é. Vi crianças, idosos, grávidas e todo tipo de gente passando por ali.

O mar também é calmo, mas a água é muito gelada! É uma praia bem mais ampla, mas não é muito extensa. No dia que eu fui, o começo dela estava bem cheio, e do meio para o fim estava mais vazio. Paramos em três restaurantes que são bem grandes, mas nenhum deles tinha cadeiras e guarda sóis disponíveis. Então, se você não tem seus próprios acessórios e não quer se sentar no chão ou dentro de um restaurante longe do mar, sugiro que chegue cedo.

Praia da Armação

armacao-praias-em-florianopolis

A Praia da Armação está antes da Praia do Matadeiro, e você provavelmente vai passar por ela se quiser ir à outra. Não é uma praia muito grande e estava bem cheia. Vi que haviam muitos barcos ali, tanto dentro quanto fora da água. O mar também é calmo e bem gelado. Nós não passamos muito tempo lá, fomos apenas ver porque estava no nosso caminho. Se estiver que escolher entre Armação e Matadeiro, eu com certeza indico a segunda opção. Mas se puder dividir o dia entre as duas, acho que pode valer a pena.

Infelizmente a chuva acabou atrapalhando um pouco os nossos planos e não conseguimos conhecer todas as praias em Florianópolis que gostaríamos, mas mesmo assim aproveitamos bastante. Se você já foi a algum desses lugares ou tem outras praias incríveis para indicar, compartilhe comigo nos comentários =) Já quero começar a planejar a próxima viagem!

1
Débora Resende
Débora Resende

Débora, 22 anos, apaixonada por viagens e fotografia. Quanto mais eu viajo, mais eu quero viajar. Quanto mais eu conheço o mundo, mais eu me apaixono por ele…

Leave a Comment