Navigation Menu

Viagem para Natal - RN: roteiro, hospedagem, passeios e dicas

Acabei de voltar da minha viagem para Natal e já estou morrendo de saudades dessa cidade incrível! Essa foi a melhor viagem que já fiz dentro do Brasil e recomendo para todo mundo! Passeios super legais e diferentes, pessoas sempre alegres e divertidas (e com um sotaque fofoooo), comida gostosa, preços acessíveis, clima gostoso e milhares de outros adjetivos.

Sim, eu fiquei encantada por Natal e já quero voltar! A capital do Rio Grande do Norte é apaixonante e não conheço ninguém que já tenha ido e não goste da cidade. Para te ajudar a começar a planejar sua viagem agora mesmo, vou dar dicas de hospedagem, passeios em Natal e alguns outros detalhes importantes:

Onde ficar em Natal

Vista do apartamento em Ponta Negra com o Morro do Careca à direita

A maioria dos passeios e atividades turísticas em Natal não fica exatamente em Natal, então não adianta querer ficar perto dos atrativos, pois eles são bem distantes uns dos outros. O ideal na cidade é ficar nas áreas mais turísticas, que são Ponta Negra e Via Costeira.  

Nesses dois locais é onde tem mais hotéis e restaurantes e é onde a maioria das empresas consegue buscar os clientes para levar para os passeios — geralmente, gratuitamente.

Sugestões de hospedagem em Natal


Eu e minha família nos hospedamos em Ponta Negra, em um apartamento que alugamos pelo Airbnb (clique aqui para ganhar desconto na primeira reserva). Valeu super a pena, pois éramos cinco e ficou super em conta! Esse apartamento fica no Littoral Maximum Flat, um prédio super alto e lindo que também funciona como hotel e possui suítes para até quatro pessoas.

Um hotel que também fica em Ponta Negra e eu vi que vários blogueiros se hospedaram lá é o DBeach Resort. Eu cheguei a entrar no estacionamento uma vez, quando o ônibus de algum passeio estava deixando algumas pessoas lá, e achei o hotel bem bonito. Também passei na frente uma vez durante o dia e parecia estar bem animado!

Uma coisa bem legal é que hospedagem em Natal não é tão caro — talvez um pouquinho no verão —, então dá para ficar em um local com um pouquinho de luxo sem gastar tanto. Algumas opções legais que encontrei no Booking são: Golden Tulip, Elegance Flat e Kristie Resort — todos em Ponta Negra.

E é claro que não poderia faltar opções para os mochileiros que querem conhecer essa cidade incrível! Alguns hostels com preços ótimos, boa localização e boa nota no Booking são: Get Up Hostel e Rock'n Hostel.

Booking.com

Meu roteiro de 6 dias em Natal

Nós saímos de BH em uma segunda feira a noite e chegamos em Natal na madrugada de terça feira. Na segunda feira seguinte já estávamos em BH novamente, então tivemos somente seis dias na cidade.

Se você só gosta de ficar na beira da praia relaxando, talvez Natal não seja o melhor destino para você, já que o forte da cidade são os passeios e as melhores praias ficam um pouco afastadas da área mais central. Mas eu garanto que mesmo quem tem esse perfil vai amar os passeios de Natal, pois são todos maravilhosos.

Conseguimos fazer praticamente tudo que queríamos, mas confesso que eu gostaria de ter ficado mais uns 3 ou 4 dias, para fazer mais algumas coisas e também para tirar alguns dias de "descanso" no meio do roteiro, só para ficar na beira da praia fazendo nada, rs.

Eu vou fazer posts detalhados sobre cada passeio e atividade que fizemos, então fiquem tranquilos e de olho aqui no blog!


Dia 1: Ponta Negra e Morro do Careca

Nós chegamos em Natal de madrugada, então no primeiro dia acordamos um pouco mais tarde e fomos conhecer a praia de Ponta Negra, bem em frente de onde estávamos hospedados. É uma praia bem movimentada, tem várias barracas e vários passeios/atividades, como banana boat, stand up paddle e uma bóia redonda e gigante que eu não sei o nome.

Também é em Ponta Negra que está localizado o Morro do Careca, um dos principais cartões postais de Natal. Antigamente ele era utilizado para fazer "skibunda", mas para preservar o local a prática teve que ser proibida. Mesmo assim, é um lugar bem bonito e que vale uma foto!

Assim que chegamos ao Morro do Careca o tempo virou e começou a chover bastante. É incrível como o clima dessa cidade tem a capacidade de mudar tão rapidamente, rs. A chuva durou pouco, e logo o sol apareceu novamente. Mas aí nós fomos comer em uma pastelaria chamada Pastel Paulista e depois voltamos para o apê.

Dia 2: passeio de quadriciclo e catamarã



O segundo dia foi de muito passeio e de paisagens incríveis! A convite da empresa Terra Molhada fizemos dois passeios muito legais, um de quadriciclo e outro de catamarã. Eles nos buscaram no apê antes das 9h e nos levaram para o ponto de apoio da empresa. De lá pegamos o quadriciclo e passamos por várias lagoas e lugares lindos. 

Assim que voltamos ao ponto de apoio da Terra Molhada, pegamos uma van que nos levou à praia onde estava nos esperando o catamarã. Foi um passeio bem gostoso até as piscinas naturais de Pirangi, onde pudemos fazer snorkelling e nadar um pouco. Depois ainda passamos por outras praias e alguns pontos interessantes da região.

Terminando o passeio nós almoçamos na Terra Molhada e de lá eles nos levaram novamente para onde estávamos hospedados.

Leia o post sobre o passeio de quadriciclo em Natal e o passeio de catamarã

Dia 3: Praia de Pipa



No terceiro dia nós fomos conhecer Pipa com a Luck Receptivo. Eles nos buscaram no apartamento antes das 8h da manhã em um ônibus e pegamos a estrada. De Natal até Pipa a viagem dura aproximadamente 1h30, mas o caminho passa bem rápido pois a guia e o fotógrafo vão nos entretendo e nos fazendo acordar.

Em Pipa o roteiro foi: Praia do Madeiro — onde pudemos avistar alguns golfinhos bem na beirada da praia, Praia do Amor — onde almoçamos e conhecemos o Chapadão e, por fim, fomos conhecer a Vila de Pipa, um lugar bem fofo. 16h30 já estávamos no ônibus a caminho de Ponta Negra, onde chegamos por volta das 18h.

Leia também: O que fazer em Pipa?

Dia 4: mergulho nos Parrachos de Maracajaú



Eu sempre quis mergulhar, e tive a oportunidade nessa viagem graças a um convite do Parrachos Praia Clube. Nós pegamos o carro cedinho e fomos até Maracajaú, que fica em Maxaranguape — a cerca de 50 km de Natal — e é um restaurante com piscina e uma estrutura bem legal, fica de frente para a praia e oferece passeios e mergulho.

Chegamos lá por volta de 11h e a primeira embarcação para mergulhar sairia as 12h30. Estava um pouco nervosa, pois eu ia sozinha, mas foi muito legal! O catamarã nos deixou em uma plataforma a 7km da praia, onde podíamos fazer snorkeling. E depois, o mergulho com cilindro e um instrutor. O meu mergulho foi bem rapidinho, mas foi uma delícia!

Depois voltamos para o restaurante, almoçamos e pegamos o caminho de volta para "casa". A viagem de Ponta Negra até Maracajaú dura aproximadamente 1 hora.

Leia o post sobre o Mergulho em Natal: Parrachos de Maracajaú

Dia 5: Ponta Negra e shopping

Esse foi um dia mais relax, pois queríamos descansar um pouquinho (descansar das férias? haha). De manhã ficamos em Ponta Negra novamente, sentamos em uma barraca e passamos um tempo ali. Fez sol, caiu uma chuva, comemos muito camarão e foi uma delícia.

De tarde eu fui para o Shopping Midway encontrar uma amiga e ficamos lá até a noite. Ele é um pouquinho longe de Ponta Negra — uns 25 minutos de carro, mas é o maior shopping da cidade, segundo o motorista do uber. De lá nós ainda demos uma passadinha no Natal Shopping.

Dia 6: passeio de buggy



O último dia da viagem foi um dos mais legais! Eu e minha avó fomos fazer o clássico passeio de buggy pelas dunas de Natal. O bugueiro nos buscou no apartamento 8h15, passamos para pegar outro casal que dividiria o buggy conosco e fomos em direção ao litoral norte.

O passeio é bem legal e passa por praias, lagoas e por várias dunas, com duração de aproximadamente 6 horas. Pouco depois das 14h já estávamos no apartamento, com areia até no pensamento. Tomamos um banho, descansamos um pouco e ainda demos uma voltinha em uma feirinha de artesanato para comprar umas lembrancinhas.

Natal/RN: Dicas de viagem

Transporte do aeroporto até o hotel

Nós alugamos um carro pela Rentcars, pois chegaríamos de madrugada e éramos cinco, então não caberíamos em um uber/táxi. Mas, assim que saímos da área de embarque do aeroporto nós demos de cara com vários stands de empresas de transporte, oferecendo transfer até Ponta Negra. Então, essa é uma boa opção para quem não quiser alugar carro por lá.

Transporte na cidade

Ainda sobre transporte, alugar carro é ótimo pela liberdade que ele oferece e assim você pode fazer o que quiser na hora que quiser. Mas, para quem não dirige ou não quer alugar, dá para se virar tranquilamente por lá com uber ou com o transporte dos passeios e restaurantes. A maioria das empresas busca os clientes no hotel para algum passeio e alguns restaurantes oferecem esse serviço também.

Passeios em Natal - Buggy compartilhado

A maioria dos passeios em Natal é para duas ou quatro pessoas. Então, se você tiver em um número ímpar provavelmente vai acabar pagando mais caro em algumas coisas. 

No passeio de buggy, por exemplo, você pode alugar um buggy exclusivo que cabe até quatro pessoas e custa entre 350 e 450 reais. Esse valor é pelo carro, então você vai pagar a mesma coisa independentemente se for uma pessoa ou se forem quatro. Se forem cinco, por exemplo, aí é necessário alugar dois carros — o que acaba saindo um pouco caro.

Mas, caso sejam apenas duas pessoas e não façam questão de pagar o valor fechado por um buggy exclusivo, uma ótima opção é procurar uma empresa que alugue buggys compartilhados. Vocês pagam metade do valor do buggy e vão com outras duas pessoas desconhecidas que pagarão a outra metade. Nós fizemos isso, pois nem todos queriam fazer o passeio, e valeu muito a pena!

Inverno em Natal

Nós fomos para Natal em julho, inverno e época de chuvas. O clima da cidade muda de uma hora para outra, porque lá venta muito e as nuvens estão sempre se mexendo. Então, em dois minutos um céu azul pode se transformar em uma super chuva, que cinco minutos depois já passou... 

Eu moro em BH e já estava acostumada com o super frio que estava fazendo aqui, então nem cheguei a sentir frio lá — a menor temperatura que pegamos foi 22 graus. Mas minha amiga que é de lá estava morrendo de frio, então quem mora em lugares quentes deve ir preparado. 

O problema maior é o vento, então é bom levar pelo menos um casaquinho para garantir, um guarda chuva se você achar necessário e as roupinhas básicas de calor para curtir a praia. Nós levamos um monte de roupas de frio e não usamos nada!

Custos de uma viagem para Natal

Uma viagem para Natal pode até não ficar barata se somar o preço de todos os passeios e da passagem aérea. Porém, hospedagem, alimentação, gastos na praia e todo o resto tem um preço bem justo e muito menor que em outras cidades como Salvador e praias do Espírito Santo ou Rio de Janeiro, por exemplo.

O valor dos passeios pode variar um pouco, mas eles ficam em uma média de 100 reais por pessoa (por passeio). 

Já deu para perceber que essa cidade é incrível e só tem coisa legal para fazer, né? Lá no instagram tem várias fotos da minha viagem para Natal e eu tô sempre postando por lá e no stories. Então me segue para ficar por dentro de todas as novidades e acompanhar minhas próximas viagens em tempo real!

Leia também: 90 atrações em Natal - no blog D&D Mundo Afora
Natal e João pessoa em uma única viagem - no blog Viagens e Caminhos

* Um agradecimento super especial à Fabíola da Secretaria de Turismo, à Terra Molhada, à Luck Receptivos e ao Parrachos Praia Clube pela parceria incrível nessa viagem!

18 comentários:

  1. Nossa... tenho muita vontade de voltar em Natal! Estive lá em 2009 na minha Lua de Mel e adorei conhecer. Amei o post! Bjs

    ResponderExcluir
  2. Que lugar maravilhoso! E que passeios bacanas, acho que o que eu mais iria gostar é o passeio de buggy. Deve ser muito divertido. haha

    ResponderExcluir
  3. Adorei! To pensando em ir pra Natal e tava precisando ver um roteiro completinho assim! A Praia da Pipa parece linda..

    ResponderExcluir
  4. Natal é uma encanto de cidade, tive ai quando era criança mas mesmo assim lembro de muitos coisas, suas fotos de deixaram com vontade de voltar para lá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Volta sim! <3 é realmente uma cidade encantadora!

      Excluir
  5. Débora, também adorei Natal! Apesar de ser uma cidade commpletamente turística (principalmente Ponta Negra), achei uma cidade incrível!
    Do seu roteiro, só não fiz o mergulho em Maracajaú. E arrependi-me de apenas fazer um bate e volta em Pipa. Queria ter ficado mais um pouco por lá.
    Enfim, Natal é uma cidade que tenho vontade de voltar!
    Adorei o post!! Lembrança boa de ter!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pipa merece mais que um bate volta mesmo! E o mergulho em Maracajaú vale muito a pena! Volte se tiver a oportunidade!! :*

      Excluir
  6. Nossa, vocês fizeram muuuuuita coisa! Eu não vou a Natal há muitos anos, então estava muito desatualizada dos passeios que da pra fazer por lá! Adorei as opções, e deu uma saudade enorme de viajar pro nordeste! Queria aproveitar uns 10 dias por lá também, pra fazer tudo isso é mais uns dias de Praia fazendo nada :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fizemos muuuita coisa e ainda faltou coisa pra fazer, acredita? rs 10 dias seria perfeito pra mim tb!

      Excluir
  7. Natal é uma cidade linda, porém ainda não conhcemos. Seu roteiro está muito bom! Vamos tomar como base, parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Que gostoso ler o teu post e relembrar este lugar que também amei demais. Uma das coisas que mais gostei foi ir a Pipa. Pena que não fiz o passeio de quadriciclo e catamarã. Ótimas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O quadriciclo foi o preferido da minha família! É muito legal (:

      Excluir
  9. Já estive algumas vezes em Natal, mas como fui com a minha filha bebé ainda não conheço quase mais nada... Eu gostei, apesar do problema do vento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente venta demais, né? E no inverno a chuva vem de uma hora pra outra... rs Mas mesmo assim conseguimos aproveitar bastante :)

      Excluir

Obrigada pelo comentário! Clique em "Notifique-me" se quiser receber a resposta por e-mail!

Siga! @blogfoconomundo