Navigation Menu

Passo a passo para planejar uma viagem internacional

Planejar uma viagem internacional por conta própria pode parecer um bicho de sete cabeças para os menos experientes, mas a verdade é que nem é tão difícil assim. São muitos detalhes e é preciso pensar em tudo com antecedência, mas é uma delícia ver sua viagem tomando forma.

É preciso apenas ter paciência e não pular nenhuma etapa, já que cada pequeno detalhe é superimportante! Se você quer planejar sua própria viagem e ainda economizar um pouquinho mais, anote todas as dicas a seguir!


1. Onde, quando e como?

Antes de qualquer coisa você precisa definir quanto tempo você passará viajando e, de acordo com o tempo disponível, decidir para onde quer ir, já que cada local requer um planejamento diferente.

Também é necessário saber quando você irá, já que o período do ano pode influenciar no clima do país, nas atrações da cidade e até nos preços de tudo que você irá gastar durante a viagem.

E como será essa viagem? Será um mochilão ou uma viagem mais luxuosa? Você quer conhecer mais cidades em menos tempo ou prefere viajar com mais calma? Detalhe o máximo possível, sempre lembrando que não tem problema se você quiser mudar de ideia ao longo do planejamento.

2. Burocracia - passaporte, visto e documentação

Essa é provavelmente a parte mais "chata" de planejar uma viagem internacional. Depois de decidir para onde você vai viajar, é preciso ver as questões burocráticas que variam de país para país.

Passaporte


Se você é brasileiro e está indo para um país do Mercosul, você pode viajar apenas com seu RG, sem necessidade de passaporte. Para viajar para qualquer outro país, você precisa de um passaporte válido. A maioria dos países exige que o passaporte seja válido por pelo menos 6 meses a partir da data que você pretende retornar ao país. Ou seja, se você volta de viagem em janeiro seu passaporte precisa ser válido no mínimo até julho do mesmo ano. O passaporte é feito pela polícia federal e o agendamento é feito pelo site. 


Visto


Outro ponto muito importante é saber se o país que você irá visitar exige visto. Nós, brasileiros, temos a vantagem de não precisar de visto para entrar em quase 70 países — veja aqui quais são. E, independente de precisar ou não de visto, cada país permite nossa permanência por um determinado período, geralmente entre 90 e 180 dias. Para tirar o visto, você precisa — obrigatoriamente — já ter seu passaporte em mãos.

Documentos


Além do passaporte e visto que podem ser necessários, cada país exige que o turista apresente determinados documentos. Alguns exigem que você tome determinada vacina, outros exigem que você tenha seguro de viagem e se você for menor de idade viajando sozinho, é preciso uma autorização dos responsáveis autenticada em cartório.

Pesquise quais os outros documentos são exigidos para entrar no país, pois a falta de qualquer um deles é motivo para você ser deportado de volta para seu país de origem.

Importante: tenha uma cópia de TODOS os documentos no seu e-mail e deixe uma cópia de cada no Brasil, com alguém de confiança. 

3. Passagens

Tem quem prefira comprar as passagens antes de tirar o visto, já que ela "comprova" que você tem data para voltar e, teoricamente, não ficará ilegal no país. Mas, a grande maioria das pessoas prefere comprar apenas depois de já ter o visto garantido, para não correr o risco de perder o dinheiro gasto caso ele seja negado.

Para economizar com as passagens, é bom começar a pesquisar com uma boa antecedência. Vá acompanhando os preços e faça várias simulações com datas diferentes. As vezes, você pode encontrar preços muito melhores indo alguns dias antes ou depois do que você havia planejado. Também é bom pesquisar em vários sites diferentes, pois muitas vezes os valores podem variar.

4. Hospedagem

É muito importante já sair do Brasil com toda a hospedagem reservada. Eu sempre recomendo o Booking para reserva de hotéis e hostels e o Airbnb para aluguel de casas e apartamentos (clicando nesse link vocês ganham desconto!). Também é importante pesquisar com antecedência e ver a opinião das pessoas sobre o local. Eu já fiz um post dando várias dicas para economizar com hospedagem sem cair em uma furada.

5. Seguro viagem

Vários países exigem que o turista tenha o seguro médico durante toda a duração da viagem. Mas, mesmo que você vá para um país onde o seguro não é obrigatório, eu recomendo muito que você faça um e desejo que você não precise usá-lo. Pode parecer um dinheiro jogado fora, mas, se acontecer alguma coisa e você precisar de um médico, você vai gastar muito mais dinheiro se não tiver um seguro. Leia também: Seguro viagem é realmente necessário?

6. Roteiro

Nessa etapa, eu imagino que você já tenha feito alguma pesquisa sobre a cidade, pelo menos para saber quantos dias ficar e qual o melhor bairro para se hospedar. Agora, você precisa fazer uma pesquisa mais a fundo e montar um roteiro bem simples, anotando o que você pretende fazer e/ou visitar durante a viagem.

Essa parte é muito importante para te ajudar a ter uma noção de quanto você irá gastar. Defina todos os lugares que você faz questão de conhecer e o valor para entrar em cada um, pesquise também o valor médio por refeição e transporte público. 

7. Dinheiro

Depois de definir quanto você gastará em média com atrações, alimentação e transporte público, acrescente um valor extra para compras, emergências e eventuais passeios que não estavam planejados. Também é importante pesquisar se o país que você irá visitar exige uma quantia mínima de dinheiro por dia. Então, é hora de decidir como levar o dinheiro para o exterior. Você pode levar dinheiro em espécie, cartão de crédito ou cartões pré-pagos de viagens (os famosos VTM).

Cada um tem suas vantagens e desvantagens, então pesquise sobre cada um e decida qual será melhor para você. Se for levar o cartão de crédito, não se esqueça que você precisa desbloqueá-lo para usar no exterior sem problemas.

8. Bagagem

Como estará o clima do país no período em que você estiver viajando? Algumas pessoas tem medo de viajar no inverno no hemisfério norte, por falta de roupas adequadas para a estação. Saiba como estará o tempo na cidade e já vá preparado.

Muita gente prefere comprar roupas de inverno e neve no exterior, durante a viagem, já que a qualidade e os preços costumam ser melhores. Mas, se você chegar na cidade e já estiver muito frio, é importante que você já esteja preparado e tenha roupas que irão aguentar a temperatura até você comprar outras melhores.

Ainda sobre bagagem, é muito importante saber o que é proibido levar para o país que você está indo. Alguns países proíbem determinados medicamentos, alimentos e outros objetos. E não se esqueça de levar a nota fiscal de todos os seus aparelhos eletrônicos, para não correr o risco de ter que pagar uma taxa quando voltar para o Brasil.

Ah, e leve uma mala de mão com pelo menos duas trocas de roupas, produtos de higiene pessoal e todos os seus itens mais pessoais e caros. Se sua mala for extraviada você terá o que vestir até ela aparecer e terá um prejuízo um pouco menor.

9. Imigração e mais documentos

Provavelmente essa é a parte mais tensa de toda a viagem. Ter um visto ou ir para um país que não exige-o, não é garantia que você irá de fato entrar no país. Ainda no aeroporto, você irá passar pela imigração e o oficial irá decidir se você entra ou não.

O mais importante nessa hora é você ter todos os documentos possíveis e saber responder todas as perguntas do oficial. Se você não fala inglês, nem o idioma do país que você irá entrar, leve uma carta explicando e detalhando toda a sua viagem. Dicas para passar pela imigração: quais documentos levar e quais perguntas podem ser feitas?

10. Segurança

Quando chegar no exterior é só curtir a viagem sem se preocupar com nada, certo? Errado! Você tem que curtir muito sim, mas sempre se preocupando com a sua segurança. Não é por que você está fora do Brasil que os perigos acabaram. Mesmo que você esteja viajando em grupo, deixe sempre alguém no Brasil informado de todos os lugares que você irá visitar naquele dia, além de informar o nome e endereço do seu hotel. Também fique atento a todos os seus bens e cuide muito bem do seu passaporte, pois ele é o item mais importante e valioso para um turista no exterior.

Acha que essas dicas são úteis e vão te ajudar a planejar uma viagem internacional? Então compartilhe o post nas redes sociais e marque aqueles amigos que querem viajar para o exterior em breve!


ORGANIZE SUA VIAGEM COM OS PARCEIROS DO BLOG
Encontre os melhores hotéis através do Booking.com 
Ganhe desconto na primeira reserva de apartamentos por temporada no Airbnb 
Contrate seu seguro com 15% de desconto na Mondial Assistance (código 2017AFL)
Compare os preços das melhores empresas de seguro viagem na Real Seguros

2 comentários:

Siga! @blogfoconomundo