Navigation Menu

O que fazer em Veneza, Itália

Veneza é uma daquelas cidades que você precisa conhecer! Passear pelos canais, se perder nas ruas e se apaixonar por cada cantinho da cidade. Sei que tem muita gente que não acha muita graça na cidade, mas eu achei linda e encantadora. Sabe aquele lugar onde é impossível fazer uma foto feia? Claro que a cidade tem seus defeitos, como o cheiro ruim causado pelos canais e os custos muito altos, mas isso não faz com que a cidade seja menos incrível.


Planejando a viagem para Veneza:

Eu acredito que dois dias inteiros sejam suficientes para conhecer todos os pontos com calma. Se puder ficar três será ótimo para conhecer melhor a cidade que por si só já é um ponto turístico. Mais que três dias já acho exagero, principalmente por que os hotéis lá são mega caros. Eu fiquei em um hotel chamado Tivoli, que foi o hotel mais caro dos meus 5 meses de viagem, mas foi um dos mais baratos que encontrei com uma boa localização em Veneza. Era super simples, com banheiro compartilhado, mas muito bem localizado e com café da manhã.

Ah, se você não for ter internet quando chegar na cidade, peça ao seu hotel um mapa com instruções bem detalhadas para você não ficar quase duas horas perdido sem saber para onde ir (igual alguém aqui ficou). Era engraçado ver todos os policiais da cidade tentando ajudar os turistas com seus mapinhas.


Como usar o transporte público em Veneza?

Em Veneza praticamente não existem ruas. Existem as calçadas para os pedestres e os canais onde passam os barcos. A melhor opção de transporte público na cidade são os Vaporettos, uma espécie de barco-ônibus. Mas como tudo em Veneza, é super caro! Nós demos muita sorte, pois quando íamos comprar o ticket para pegar o ônibus para sair do aeroporto um rapaz que estava indo embora nos ofereceu dois tickets que ele havia comprado para uma semana e ainda valia por 3 dias, exatamente o tempo que a gente precisava. E o ticket valia para sair do aeroporto e para usar o Vaporetto quantas vezes a gente quisesse.

Os valores dos tickets são (em 2015): 7,50 euros (unitário), 20 euros (ilimitado por 24 horas), 30 euros (ilimitado por 48 horas), 40 euros (ilimitado por 72 horas), 60 euros (ilimitado por 7 dias). Se quiser o ticket para o vaporetto + aeroporto, acrescente 6 euros no valor do ticket (ou 12 euros se você quiser ida e volta para o aeroporto).

O que fazer em Veneza?

Já que você vai gastar muito dinheiro com hotel e transporte, selecionei alguns passeios legais e gratuitos (ou que não são tão caros).


Piazza San Marco
É a praça mais famosa de Veneza, e é onde se concentram os pontos turísticos mais famosos da cidade. Recomendo que você vá bem cedinho, por que ela fica bem lotada. Lá é onde você vai encontrar a Basílica di San Marco, o Campanário di San Marco, o Palácio do Doge, a Ponte dos suspiros e a torre do relógio.


Basílica di San Marco
A basílica, de arquitetura bizantina, é maravilhosa e só de ver por fora já vale muito a pena. Se você quiser, pode entrar e conhecê-la por dentro. A entrada é gratuita mas a fila costuma ser enorme.


Campanário di San Marco
O campanário é a torre do sino da basílica de San Marco. Você pode subir na torre se quiser ver a cidade do alto. O valor é 8 euros e dá para ir de elevador.

À esquerda da foto, a torre do relógio. À direita, parte da basílica de San Marco
Torre do relógio
A torre construída no final do século XV é linda, e o relógio astronômico mostra além das horas, as fases da lua e os signos do zodíaco. Acima do relógio tem um leão alado, que é o símbolo da cidade.

Ainda na Piazza di San Marco, você pode conhecer o Palácio Ducal (ou palácio Doge) que hoje é um museu, e a Ponte dos suspiros. 


Ponte e Mercado Rialto
É a ponte mais antiga que passa sobre o Grande canal e por muito tempo foi a única forma de passar de um lado para o outro. Por fora ela é bem bonita e por dentro é bem lotada. Quando for conhecer a ponte, aproveite para conhecer o Mercado Rialto e dê uma andadinha pelas ruas da região, que tem várias lojas.

"Dentro" da ponte Rialto

Basílica de Santa Maria Gloriosa dei Frari
É uma das maiores e mais antigas basílicas de Veneza. Ela não fica tão perto dos outros pontos turísticos, mas vale a pena a visita, pois ela é bem bonita. Eu a encontrei por acaso e não consegui entrar por que já havia acabado o horário de visitação, mas a entrada custa 3 euros.

E por fim, você pode caminhar pela cidade e descobrir seus diferentes cenários. Ruelas, lojinhas, pontes, canais, barcos, prédios floridos. Na minha opinião, esse é um dos melhores passeios para se fazer na cidade, e é de graça! 


Ah, e sobre o passeio de gôndola, eu não fiz por que acho que não vale a pena. É super caro, não é tão romântico assim (a maioria das gôndolas estava com famílias inteiras, e não casais), e só de ver eu tinha a impressão de que aquilo podia virar a qualquer momento (morro de medo!). Mas se você tiver interesse, com certeza não vai demorar a aparecer um gondoleiro no seu caminho.

Se você está indo para Veneza, espero que se encante pela cidade tanto quanto eu. Se já foi, deixa um comentário dizendo se você também amou ou se faz parte das pessoas que não acharam nada demais na cidade! :)


ORGANIZE SUA VIAGEM COM OS PARCEIROS DO BLOG
Encontre os melhores hotéis através do Booking.com 
Ganhe desconto na primeira reserva de apartamentos por temporada no Airbnb 
Contrate seu seguro com 15% de desconto na Mondial Assistance (código AFILI2016)
Compare os preços das melhores empresas de seguro viagem na Real Seguros


0 comentários:

Siga! @blogfoconomundo