Navigation Menu

featured Slider

Destaques

Leia Também

Booking.com

As Cataratas do Iguaçu no lado brasileiro - Parque Nacional do Iguaçu


Além de serem um dos Patrimônios naturais da humanidade, as Cataratas do Iguaçu são um dos principais cartões postais do Brasil! Além de belíssimas, elas tem dupla cidadania: uma parte é brasileira e outra é argentina.

A parte brasileira fica dentro do Parque Nacional do Iguaçu, uma unidade de conservação criada em 1939. O Parque abriga a floresta Atlântica, além de uma enorme e variada fauna e flora. Onça pintada, jacaré do papo amarelo e puma são algumas espécies de animais que vivem ali.


O Parque é enorme e, além de lindo, possui muitas atrações. Ao contrário do que muita gente pensa, ele não se resume apenas nas Cataratas, apesar dessa ser a atração principal. Tire um dia inteiro para conhecê-lo, ou não conseguirá ver tudo com calma.

Como eu sempre digo, escrevo nesse blog para ajudar vocês a não cometerem os mesmos erros que eu. Então, vamos lá: eu tinha poucos dias em Foz do Iguaçu e quis ir em mais lugares do que cabia no meu roteiro. Por isso, ao invés de passar o dia inteiro no parque, eu acabei chegando lá aproximadamente 15h, sendo que ele fecha as 18:30h (o último horário de entrada é 17h).

Resultado: por pouco eu não fui embora sem ver as Cataratas. Ao chegar nós fomos direto para o Macuco Safári e quando saímos de lá, os ônibus que iam para as cataratas não passavam mais. Tivemos que pedir carona em uma van que nos deixou lá e pudemos pelo menos dar uma olhadinha de perto, em cinco minutos.


Então já aprenderam, né? O Parque abre as 9h da manhã, então cheguem lá o mais próximo possível desse horário! :)

Atrações do parque

Cataratas do Iguaçu
Não dá para começar falando de outra coisa, senão a estrela do Parque. No meu caso, eu apenas desci o elevador e cheguei lá pertinho, por causa da falta de tempo. Mas, pelo que eu havia pesquisado, é possível fazer uma trilha até chegar próximo às quedas e o elevador é a última parte, usado para "sair" de lá. 

Macuco Safári
O Macuco Safári é um passeio de barco muito divertido, que vai te levar para tomar um banho nas águas das cataratas. Já tem um post sobre o Macuco aqui no blog, e no vlog da viagem eu mostrei tudinho do passeio!


Trilha do Poço Preto e Trilha das Bananeiras
Eu não cheguei a fazer esses passeios, mas fiquei com muita vontade!! A Trilha do Poço Preto é o caminho que os índios da região faziam para chegar às cataratas. Nas duas trilhas você verá diversas espécies de animais e plantas nativas, além de pequenos lagos e poços.

Voo de helicóptero
Já pensou sobrevoar as Cataratas do Iguaçu de helicóptero? Então saiba que isso é possível! Também é um passeio que eu com certeza vou fazer da próxima vez! Imagina quer incrível ver as cataratas lá do alto?!

Assim que chegar no Parque, vá direto para a bilheteria comprar ou trocar seus ingressos. Depois, você pode ir para a fila esperar seu horário de embarcar no ônibus interno do parque (sai um ônibus a cada 15 minutos) ou ir para um pequeno museu que fica bem na frente da fila do embarque.


O ônibus é daqueles turísticos de dois andares e faz duas paradas, uma no Macuco Safári e outra na frente das Cataratas. Você pode descer em um ponto e depois pegar o ônibus novamente para ir para outro lugar. Mas é importante lembrar que o último ônibus que vai da entrada do parque em direção às cataratas sai às 17h. Então, depois disso você só consegue pegar na direção contrária, sendo que o último sai às 18:30h.


Minhas recomendações são: chegue cedo, vá primeiro conhecer as Cataratas e depois fazer os outros passeios. Deixe o Macuco Safári por último, pois ele molha muito!! Aproveite demais essa experiência única e renovadora!


Informações úteis*:

Preço dos ingressos para brasileiros: Adultos (R$ 37,30), crianças e idosos (R$9,00).
Horário de funcionamento: 9h as 17h, todos os dias – inclusive feriados.
Preço do estacionamento: R$21,00
*Informações referentes a novembro de 2016.

Se está procurando hospedagem em Foz do Iguaçu, veja nossa dica sobre o Hotel Tarobá <3
Se está procurando uma agência de turismo ou transporte na cidade, eu recomendo a Combo Iguassu!

* O Foco no Mundo agradece ao Parque Nacional do Iguaçu pelas cortesias. 

Macuco Safári: a melhor experiência em Foz do Iguaçu


Se você vai a Foz do Iguaçu, já coloque no seu roteiro o Macuco Safári – o passeio mais legal da cidade! Imagine ver as cataratas de um ângulo bem diferente, dentro de um barco, e ainda tomar um belo banho... Essa é a experiência super divertida que você vai viver no Macuco, dentro do Parque Nacional do Iguaçu! Eu fui, arrastei minha avó comigo e foi o passeio que mais gostamos!



O Macuco Safári é uma das várias atrações do Parque Nacional do Iguaçu, onde também estão as Cataratas do Iguaçu. O Parque possui um ônibus interno, que leva os visitantes da entrada até as cataratas, passando também pelo Macuco Safári.

O passeio é dividido em três etapas. Tudo começa em um jipe elétrico que atravessa a floresta, enquanto um guia vai contando um pouco sobre a fauna e a flora local. A segunda etapa é uma caminhada por uma trilha de aproximadamente 600 metros, até o local onde estão os barcos do passeio final. Quem não quiser caminhar por essa trilha, pode pegar um carrinho que deixará na área dos barcos.

Nós decidimos não fazer a caminhada porque tínhamos pouco tempo, já que chegamos lá tarde e ainda não tínhamos visto as cataratas. Mas acabou que tivemos que esperar o pessoal da trilha, porque eles iriam no mesmo barco que a gente, e nos arrependemos de não ter ido junto.

E, por fim, é hora do tão esperado passeio de barco! Nós guardamos nossas bolsas e tênis em um dos vários armários que existem lá. É preciso pagar 10 reais pelo aluguel do armário, mas dá para pegar apenas um para até quatro pessoas, pois tem alguns armários bem grandes. Guarde nesse armário tudo que você não quiser que molhe!



Sobre o passeio de barco, só vivendo para saber o quão incrível é! O barco é super seguro e os pilotos parecem bem experientes. Vamos passeando pelo Rio Iguaçu até chegar perto das Cataratas. A paisagem é maravilhosa! A primeira parada é para fotos com as Cataratas Argentinas ao fundo, um cenário lindo.

Depois, o piloto disse: "preparados para o banho?". E lá fomos nós, tomar um banho que levou embora todas as energias ruins. O barco para quase debaixo das quedas, mas sempre com uma distância bem segura. Se você ainda não assistiu o vídeo, assista para entender um pouco o que eu não consigo explicar em palavras, rs.



Dicas que eu gostaria de ter lido antes de ir:

- Você vai se molhar, não dá para evitar. O ideal é levar uma muda de roupas para trocar depois e uma capa de chuva para usar durante o passeio. A capa não vai evitar que você se molhe, mas ela ajuda a cortar o vento para que você não morra de frio quando o barco estiver em alta velocidade depois dos banhos. Leve também um chinelo ou vá descalço.

- É preciso reservar entre 2 e 3 horas para fazer todo o passeio.

- Todo o passeio é filmado pela equipe do Macuco. Se você não tiver uma câmera a prova d'água, pode comprar um cd com o video e algumas fotos do passeio completo.

- Me perguntaram sobre a sensação de que o barco vai virar e se o passeio dá medo. Em nenhum momento eu tive essa sensação, e nem um pouco de medo. O barco é bem estável e os pilotos nos passam muita segurança. Até mesmo durante as manobras, a segurança é muito grande. Além disso, todos tem que usar coletes. A única sensação é de diversão e gratidão por poder estar ali.


Passeio visto do Circuito superior no lado argentino das Cataratas

Informações importantes:

- Os ingressos podem ser comprados com antecedência, pelo site, ou na entrada do Parque. O valor é R$198 por adulto. Crianças de 7 a 11 anos e brasileiros maiores de 60 pagam a metade do valor. Pode parecer um pouco caro, mas eu garanto que cada centavo vale a pena!

- O passeio acontece diariamente, inclusive nos feriados, de 9h as 17:30h, saindo a cada 15 minutos. 

* O Foco no Mundo agradece ao Macuco Safári e ao Parque Nacional do Iguaçu pelas cortesias, e garante que todas as opiniões contidas no post são verdadeiras!

8 coisas que você precisa comer em uma viagem para a Europa

Experimentar a comida local faz parte da experiência de uma viagem, seja para outro país, ou até mesmo para outro estado. Grande parte da cultura de uma cidade pode ser representada através de seus pratos típicos.

Para mim, uma das melhores partes de viajar é poder comer comidas diferentes e super gostosas. Claro que vez ou outra acabamos comendo alguma coisa ruim, mas ainda assim vale a experiência. Mas hoje, vou compartilhar com vocês algumas coisas que eu acho que você precisa comer se for para esses países!

1- Batata frita - Bélgica

Você pode estar pensando: "Eu não vou sair do Brasil para comer batata frita em outro lugar". Mas eu garanto que vale a pena experimentar a batatinha belga, afinal, foi na Bélgica que essa delícia nasceu. Elas são preparadas de forma diferente, vendidas em barraquinhas no meio da rua e servidas em cones de papel. É muito gostoso!

2- Waffles - Bélgica

Mais uma vez, a Bélgica tenta nos conquistar pelo estômago (como se suas cidades não fossem lindas o suficiente!). Eu, chocólatra assumida, não trocaria um waffle com morangos e nutella, nem por todo chocolate belga do mundo!

Waffle

3- Crepe de Nutella - França

Alguém teve a brilhante ideia de pegar os famosos crepes franceses e colocar Nutella dentro!!! Qual a chance de isso ficar ruim? (Nenhuma!) Em Paris, você encontra os crepes em toda esquina. Dá até pra usar a desculpa de experimentar um de cada local, para saber qual o melhor! hahaha

4- Lokum - Turquia

A Turquia tem muitos doces típicos deliciosos, mas o meu preferido é o Lokum. Ele é uma espécie de bala de goma, feito com açúcar, água e amido de milho, coberto com açúcar de confeiteiro. Falando assim não parece muito atrativo, mas juro que vale a pena experimentar!

Lokum

5- Gelato - Itália

Impossível conhecer a Itália e não se deliciar com seus sorvetes. Eles são super famosos, e com razão: são bem cremosos e super saborosos! É difícil falar sobre o diferencial de um doce tão comum como o sorvete, mas quando você experimentar vai entender do que eu to falando. Minha gelateria preferida foi a "La Carraia" em Florença.

6- Iogurte grego - Grécia

Para ser bem sincera, não sou muito fã de iogurte, muito menos dos naturais. Mas os iogurtes de Santorini ganharam um lugarzinho no meu coração. O iogurte em si não é tão gostoso, mas eles vem acompanhados de mel e frutas, e fica uma delícia! Todos vem em porções bem generosas, dá até para dividir entre duas pessoas.


Iogurte grego - Gelato italiano - Batata frita belga

7- Trdelník- República Tcheca

Esse é uma comida típica de Praga e eu carinhosamente a chamo de "pãozinho de Praga", porque não sei pronunciar esse nome, rs. É tipo um pão, assado na brasa, coberto com açúcar e canela, e pode ser recheado (pedi Nutella, claro!). É tão simples, mas é inexplicavelmente delicioso!

Trdlník


8- Bratwurst - Alemanha

Bratwurst é um salsicha alemã, que é geralmente servida dentro de um pão. Sendo bem sincera, não é a comida mais gostosa da Alemanha, mas é provavelmente a mais típica. Vale muito a pena experimentar pelo menos uma!

Bratwurst

Esse post faz parte da blogagem coletiva #ViagensGastronômicas. Veja os outros posts participantes!

Pegadas na Estrada - Pegadas na Cozinha vai à Tailândia
Foco no Mundo - 8 coisas que você precisa comer em uma viagem para a Europa
Destinos por onde andei - Eataly de Gênova, o Templo Gastronômico da Ligúria
Mineiros na Estrada - 11 comidas típicas para provar em Minas Gerais
Caixa de Viagens - Restaurantes imperdíveis em Vitória-ES
Família Viagem - 10 comidas típicas que você precisa experimentar nas suas viagens
Atravessar Fronteiras - Os deliciosos chocolates de Bariloche
Passeiorama - Rio de Janeiro: Delícias na Zona Sul da Cidade
O Melhor Mês do Ano - O que comer em Santiago?
Viajando em Família - Receitas para recordar
Do RS para o Mundo - Uma viagem pela culinária no RS
Trilhas e Cantos - Califórnia - um paraíso da Craft Beer
Turistando com a Lu - Gastronomia em Portugal: principais pratos e sobremesas
Tá indo pra onde? - A Rua do Porto em Piracicaba - SP
Cantinho de Ná - 10 restaurantes em Las Vegas para almoço e jantar
Viajon·rios - 5 delícias gastronômicas da Bélgica para incluir no roteiro
A Li na Alemanha e no Mundo - Conheça as comidas típicas da Alemanha que você precisa provar
Volto Logo - Top 10: Meus pratos favoritos na América Latina
Outro Blog - Restaurantes em Penedo: da truta ao chocolate | Itatiaia, RJ
Vamos Por Aí - Tudo O Que Você Precisa Saber Sobre a Culinária Goiana
Viagem em Detalhes - Festival Food & Wine no Epcot em Orlando
VoupraRoma - Pizza de todo tipo em Roma
O Baú do Viajante - Viagem Gastronômica ao Nepal, 5 pratos para você experimentar
Ligado em Viagem - Como é almoçar no restaurante Zeughauskeller em Zurique na Suíça
Apure Guria - Comida de rua em Curitiba: feliz com deizão!
Tirando Férias - Gastronomia a bordo do MSC Splendida na travessia entre Brasil e Alemanha
Devaneios de Biela - O que comer na Finlândia - experiência gastronômica no restaurante Savotta

Mais lidos do mês

Siga! @blogfoconomundo