Navigation Menu

featured Slider

Destaques

Leia Também

Booking.com

Qual sua cidade preferida no mundo?

Já me fizeram essa pergunta algumas vezes e eu sempre achei muito difícil responder, apesar de nunca ter tido dúvidas de que Nova York é minha cidade preferida no mundo! Existem outras cidades que disputam acirradamente essa posição, mas a "capital do mundo" me encanta profundamente. Eu sou apaixonada por cidades grandes, e todos aqueles arranha-céus, lojas, buzinas e o mar de pessoas caminhando apressadas fizeram com que NYC se tornasse minha cidade preferida! Parece loucura, né? Tenho certeza que a maioria das pessoas nem teria vontade de conhecer uma cidade com essas descrições, se não soubesse qual é.


Não sei se é por causa dos filmes que eu cresci assistindo, mas eu sempre sonhei em morar em Nova York e depois de conhecer a cidade esse sonho cresceu ainda mais. É uma cidade onde você pode ser quem você é e se vestir como quiser sem ser julgado, onde você pode se perder em meio aos prédios ou respirar um ar puro em meio à natureza. São tantas atrações e tantos lugares incríveis nessa cidade, que eu nem consigo descrever. Espero ter a oportunidade de voltar muitas e muitas vezes! 

Mas, tem quem odeie NYC pelos mesmos motivos que me fazem amar a cidade e tem quem ame outras cidades por razões completamente diferentes. Então, resolvi perguntar a alguns amigos blogueiros que já viajaram bastante: 

Qual sua cidade preferida no mundo? 


Roma - Itália
Afonso Solak do blog "The World by Fon"

Uma metrópole que foi o berço de uma civilização proeminente no mundo ocidental, que viu nascer religiões, artistas, cientistas e pensadores, das mais diversas áreas e e em diferentes épocas. Dito isso, concordemos que ela merece ao menos o título de "Respeitável", quando não "Importante". Do meu mais sincero ponto de vista, "Fundamental". Leia mais sobre Roma no blog do Afonso.

Florença - Itália
Nini Ferrari do blog "A Path to Somewhere"

Eu sou apaixonada por diversas cidades e cada uma por um motivo especial, mas a que mais me faz suspirar ao lembrar é Florença na Itália. Em 2014 passei 3 meses morando por lá para tirar minha cidadania italiana e essa foi uma das fases mais felizes da minha vida. A cidade é charmosa, respira arte e história e ainda tem muitos atrativos, bons restaurantes e museus que deixam muita cidade grande para trás. Além disso, a região toda da Toscana é encantadora e Florença é uma ótima base para explorá-la. Não me canso de revisitá-la. Leia mais sobre Florença no blog da Nini.

Paris - França
Gisele Prosdocimi do blog "Destinos por onde andei"

Neste post descrevo o meu deslumbramento na chegada à Paris, que foi a primeira cidade que conheci em minha primeira viagem internacional. Duas emoções fortes, porque viajar para fora do país já é uma emoção incrível, ainda mais conhecer a Cidade Luz e visitar o Museu do Louvre logo no primeiro dia! Alguns anos depois segui este caminho sem volta e que me realiza muito e a culpada de tudo isso é Paris, mon amour!!! Leia mais sobre Paris no blog da Gisele.

Barcelona - Espanha
Laise Nascimento do blog "Coordenadas do Mundo"

Barcelona é minha queridinha desde a primeira vez que pisei meu pés nela. Fui à capital da Catalunha de férias e decidi que depois de um mês voltaria pra ficar pra sempre. E assim foi. Vivi na cidade de Gaudí por 7 anos antes de me mudar pra Austrália há 4 anos. A saudade das suas ruas, da sua comida e da sua agitação nunca me fez desistir de voltar. Barcelona tem tudo que eu mais gosto numa cidade: belíssima arquitetura, super multicultural e com uma gastronomia incrível. Ela é e sempre vai ser a número 1 em minhas cidades preferidas no mundo. Leia mais sobre Barcelona no blog da Laise.

Katmandu - Nepal
Herbert Terra do blog "To perambulando"

Katmandu era só o ponto de partida para um trekking ao Campo Base do Everest, mas, os quatro dias que fiquei na cidade, foram suficiente para me encantar com sua cultura e principalmente seu povo. É impossível aproveitar o que o Nepal tem a oferecer sem conhecer um pouco de sua religiosidade que está presente de forma muito intensa no dia-a-dia dessa gente. Conhecer o cotidiano da cidade requer um passeio a pé pela Durbar Square, a praça do antigo palácio real, um lindo conjunto arquitetônico com o palácio e inúmeros templos, que eram sedes dos reinos do Nepal, antes da unificação. É tombada pela UNESCO como patrimônio mundial. Infelizmente foi afetada pelo terrível terremoto de 2015 e muitos dos seu templo foram destruídos, mas com a ajuda externa esta sendo reconstruída. Leia mais sobre Katmandu no blog do Herbert.

Veneza - Itália
Livia Bellotti do blog "Caixa de viagens"

A “Minha cidade preferida no mundo” é Veneza. Ela é linda, romântica, única e de uma energia contagiante! Me conquistou no primeiro dia em que a conheci! Passear pelas suas ruas estreitas onde não precisamos nos preocupar nem com bicicletas, admirar seus casarios e monumentos, parar para ouvir os sinos das igrejas tocando, cruzar suas inúmeras pontes, desfrutar das belíssimas paisagens e, além disso tudo, ser rica em história e arte, faz de Veneza um lugar prazeroso e instigante! Estar em Veneza me deixa muito feliz e repõe minhas energias. Sempre que a visito tenho lugares novos para conhecer, novidades para ver e volto para casa com histórias para contar! Veneza é tudo de bom! Leia mais sobre Veneza no blog da Livia.

Medellín - Colômbia
Murilo Paganini do blog "Volto Logo"

Diversos fatores contribuem para que Medellín, na Colômbia, seja a minha cidade favorita no mundo. Além do lugar em si, acredito que as amizades que você faz e as experiências que vive, também influenciam muito em uma escolha desse tipo. E é por isso que Medellín mora no meu coração. Foi lá onde eu realizei um intercâmbio voluntário e onde morei por mais tempo depois da minha casa. Lá eu fiz grandes amizades, tive o prazer de ensinar um pouco da nossa língua e da nossa cultura para os colombianos e fui recebido com muita simpatia por eles. As comidas deliciosas e as festas animadas fizeram com que eu não sentisse saudade do meu Brasil. Além disso, o que não falta por lá são parques e atrações ao ar livre para se divertir com os amigos. Afinal, na cidade da Eterna Primavera, ficar dentro de casa é uma tremenda injustiça com ela. Leia mais sobre Medellín no blog do Murilo.

Villa la Angostura - Argentina
Adriana Magalhães do blog "Atravessar fronteiras"

Uma rua charmosa, com lojinhas, restaurantes e casas de deliciosos chocolates. Ruas laterais simples, de terra, tudo muito simples. A moldura são montanhas belíssimas dos Andes, totalmente nevadas no inverno. Essa cidadezinha é Villa la Angostura, uma vila como o próprio nome diz. Ela é chamada de O Jardim da Patagônia e fica às beiras do majestoso lago Nahuel Huapi, nas portas da patagônia argentina. Villa la Angostura fica somente a 80 km de Bariloche, mas a pequena distância é uma das poucas coisas que aproxima as duas cidades. Bariloche e seus mais de 150 mil habitantes é uma metrópole perto de Villa, que tem algo em torno de 11 mil habitantes. Tanto faz: inverno ou verão, Villa la Angostura é uma delícia. Já fui em todas as estações do ano (acabei de voltar da minha nona vez). Te garanto: em qualquer época, você vai se encantar com a belíssima natureza e com a gente hospitaleira. Baixe o guia de Bariloche e Villa la Angostura no blog da Adriana.

Gramado - RS/Brasil
Aline Dias do blog "Vem que te conto"

Gramado é uma cidade encantadora, super bem cuidada, totalmente pensada para o turismo. Possui lindas paisagens! Arrisco dizer que não existe lugar feio em Gramado. Agrada todos os tipos de públicos, desde adultos em lua de mel até famílias com crianças pequenas. Possui muitos parques e museus, tanto a céu aberto quanto em espaços fechados. Ótima rede hoteleira que vai desde pequenas e simples pousadas até luxuosos hotéis 5 estrelas. A gastronomia também é fantástica tendo desde excelentes pizzarias até maravilhosos rodízios de fondue (além de ótimos self-services para o almoço). É uma cidade muito agradável de conhecer a pé, mas que também permite ótima locomoção de carro. Está estrategicamente bem localizada para passeios em outras cidades no entorno. Oferece muitos eventos durante o ano, agradando os turistas que viajam em épocas (e climas) variados. E não posso deixar de comentar do valor acessível das passagens aéreas até Porto Alegre!

Cracóvia - Polônia
Susana Almeida do blog "Falar de viagens"

Posso parecer um pouco suspeita ao falar desta cidade, porque fiz ERASMUS aqui, mas Cracóvia é a minha cidade favorita e uma das cidades onde poderia passar o resto da vida! Tem milhares de anos de história (nem sempre boa), museus, cafés e bares com os mais variados temas, boa cerveja, planos noturnos para todos os gostos, ótima gastronomia, custo de vida não demasiado caro, muita cultura e pessoas supersimpáticas! É uma cidade onde é fácil viver e que tem tudo o necessário para me deixar cheia de vontade de voltar a viver aqui! Quando me perguntam que cidade europeia visitar, aconselho-a sempre!

Banff - Canadá
Livi Souza do blog "Baianos no Pólo Norte"

De todos os lugares que já visitei, Banff nas montanhas rochosas canadenses, é disparado meu local favorito por causa da beleza e diversidade de passeios. Eu sempre tive vontade de visitar a região de montanhas e lagos azúis e quando finalmente realizei o sonho foi a melhor viagem da minha vida. A primeira vez em Banff serviu para aumentar a minha vontade de continuar explorando a região e com certeza voltarei inúmeras vezes. Leia mais sobre Banff no blog da Livi.

Natal - RN/Brasil
Susana Spotti do blog "Viagem Simplesmente"

Natal tem cenários paradisíacos, mar que altera dos tons esverdeados ao azul profundo. Coqueiros, lagoas, praias e uma brisa constante. Com ou sem emoção, suas dunas são um convite para um passeio de buggy. O Morro do careca, cartão postal da cidade é o grande destaque na Praia da Ponta Negra, assim como seus hotéis de frente para o mar. A gastronomia apresenta sabores do mar e pratos regionais indescritíveis. Natal é considerada a cidade que possui o ar mais puro da América do Sul,  também é conhecida como a cidade do sol, pois ele brilha o ano todo.  Está esperando o que para conhecer?

Cape Town - África do Sul
Cristiane Rangel do blog "Pequeno Grande Mundo"

Das cidades que conheci, a que mais gostei e moraria foi Cape Town. A capital legislativa da África do Sul é uma cidade receptiva, limpa e bem organizada, com povo simpático e educado, e atrações para todos os gostos. Passei 6 dias lá antes de seguir viajando pelo país, mas passaria uma boa temporada. Das muitas coisas a fazer, as que considero as melhores são: as praias (com destaque para Noordhoek Beach e Simon’s Town, onde eu moraria tranquilamente), Table Mountain com o bondinho e pôr-do-sol fantástico, Waterfront com ótimos restaurantes, arquitetura e museus no Centro, o famoso Parque Nacional Cape of Good Hope, a estrada Chapman’s Peak Drive, produção de vinhos excelentes em Groot Constantia, Stellenbosch, Paarl, e Franschhoek. Tem realmente várias outras atrações e tive que selecionar e fazer algumas coisas corridas. Fora que Cape Town fica perto de áreas com safaris e bichos fantásticos! Como não amar? Leia mais sobre Cape Town no blog da Cristiane.

Hvar - Croácia
Naiara Back do blog "Aqueles que viajam"

A Croácia nunca esteve no topo da lista dos países europeus para conhecer, mas foi quando vi pela timeline do Facebook uma foto dos Lagos Plitvija que pensei: gente! Será que isso existe de verdade? Curiosa por natureza fui bater um papo com o meu amigo Google para descobrir o que, além dos lagos haveria de ter de mais interessante naquele país. Foi então que descobri a existência da ilha mais ensolarada da Croácia, um charmoso pedacinho de terra chamado Hvar. Além de charmes espalhados por todas as ruelas e becos, Hvar tem tudo aquilo que eu amo numa cidade: praias paradisíacas, beleza natural para dar e vender, ruínas romanas e monumentos históricos, baladas intensas, gastronomia deliciosíssima, pessoas hospitaleiras e preços que convidam ficar e voltar incansáveis vezes. Tem como não adorar uma cidade dessas como preferida?

Fotos analógicas de Nova York

Viagens e fotografia são minhas grandes paixões e, assim como eu amo viajar e conhecer lugares diferentes eu amo explorar a fotografia. Nos últimos dias do meu intercâmbio nos Estados Unidos, meu namorado me deu uma câmera analógica descartável, que parece ser bem comuns por lá e são vendidas em farmácias por mais ou menos dez dólares. Alguns dias depois fomos para Nova York e foi lá onde eu me diverti horrores com a câmera e fiz várias fotos.



Hoje, com câmeras digitais, celular, tantas redes sociais e coisas do tipo, nós acabamos fazendo fotos em viagens sem nem prestar muita atenção e, as fotos que não vão para o instagram acabam sendo esquecidas em uma pasta qualquer do computador. Já fazem quase três anos dessa viagem, e essas são as únicas fotos que eu tenho reveladas. Com uma câmera analógica, eu tive que prestar muito mais atenção aos detalhes e escolher o que iria fotografar, já que eu tinha um limite de fotos. Além disso, é muito gostoso aquela expectativa para saber se as fotos vão ficar boas e a surpresa quando as fotos são reveladas, já que você não consegue se lembrar de tudo que fotografou.


Esse é um exemplo de fotos que não dão certo, mas mesmo assim se torna especial. Tentei fotografar dois donuts que estava comendo na Dunkin Donuts (um lugar que eu amo!) no dia que estávamos indo ver a estátua da liberdade. Não sei porque, decidimos ir andando e gastamos quase duas horas para chegar lá. No meio do caminho eu estava exausta e morta de fome, paramos no DD e fiz essa foto. Eu perdi todas as fotos que fiz na câmera digital nesse dia e essa foi a única que sobrou e se tornou uma lembrança muito legal!

Claro que nem todas as fotos ficam boas e eu confesso que sempre fazia uma foto na câmera analógica e outra na câmera digital, pois se uma queimasse eu ainda teria a outra para salvar. Mesmo assim, é uma experiência muito legal para quem gosta de fotografia, pois você olha para o local de um jeito completamente diferente, sempre buscando lugares ou detalhes especiais que valham a pena gastar uma pose do seu filme. 



Essa é uma das melhores lembranças que tenho da minha viagem para NYC. Uma câmera baratinha, com fotos que estão longe de serem perfeitas despertaram em mim um sentimento que nenhuma câmera cara e cheia de recursos já fez.


5 programas de viagens que vão te inspirar

Eu sempre amei ler blogs de viagens, ler livros de viagens, ver filmes de viagens e a algum tempo eu descobri os programas de viagens - e me apaixonei. Sabe aquele momento (também conhecido como "sempre") em que você está deitado no sofá, mas daria tudo para estar viajando e vivendo novas experiências? Nesses momentos você pode ligar a TV (ou o computador) e assistir um programa que vai te inspirar, te fazer viajar para lugares incríveis e conhecer novas culturas, sem sair de casa! Você vai conhecer tanto lugar legal que já pode escolher seus preferidos e começar a planejas as próximas viagens ali mesmo :)

Pedro pelo Mundo
Esse é o meu programa preferido! O Pedro viaja para lugares não tão populares e mergulha na cultura e nos costumes locais. Além disso, as imagens são maravilhosas, a trilha sonora e toda a produção do programa são incríveis!
"Uma série que mistura viagem, cultura internacional, curiosidades e gastronomia. Pedro Andrade viaja pelo mundo para explorar destinos que tentam se adaptar a grandes mudanças políticas, culturais ou sociais e mergulha de cabeça na cultura local." Site do programa

Nalu pelo Mundo
Esse é um programa bem "fofinho", no qual a família viaja junta e passa por várias aventuras, como Safári na África, mergulho, entre outras coisas.
"O surfista Everaldo Pato, Fabiana e a pequena Isabelle Nalu formam uma família “sem casa” que roda o mundo em busca de aventuras e ondas perfeitas." Site do programa

Chegadas e Partidas
Não é exatamente um programa de viagens, mas se passa no aeroporto de Guarulhos e é bem emocionante. Quem já morou fora ou se despediu de alguém por um longo tempo vai se identificar com as histórias contadas no programa. 
"Comandado por Astrid Fontenelle, "Chegadas e Partidas" flagra situações vividas por quem circula pelos aeroportos. Em um mundo em que as distâncias se encurtaram, Astrid busca histórias de quem está no saguão do aeroporto, aguardando ou se despedindo de alguém." Site do programa

O mundo segundo os brasileiros

O mais legal desse programa é que as pessoas que nos apresentam as cidades são brasileiras que moram ali a algum tempo, então elas nos mostram o local na visão de um morador/nativo. É um programa que foge um pouco dos clichês e das atrações mais turísticas e explora muito a cultura local. 
"A série percorre os principais roteiros turísticos do mundo, lugares muitas vezes longínquos, pouco explorados e repletos de descobertas e contrastes. África, Ásia, Oceania, Europa e Américas: a cada destino uma nova aventura, narrada por personagens reais em tom documental e quase autobiográfico." Site do programa

Anota Aí
Confesso que conheci esse programa enquanto pesquisava para escrever esse post e amei! Titi Muller viaja para diversos países e faz um "top 10" dos mais diversos assuntos. É bem divertido e diferente!
"A cada episódio do programa, Titi Muller vai mostrar um top 10 de atrações imperdíveis de algum país. Além dos episódios que dão água na boca, como "As 10 melhores massas italianas", "10 gordices liberadas para quem está de férias..." Site do programa

Você assiste algum outro programa? Deixe um comentário falando qual o seu preferido! ;)

Mais lidos do mês

Siga! @blogfoconomundo